intranet fale conselho

trabalhe     acesso informacao

Hospital Florianópolis inaugura reforma geral e deve atender cerca de 5 mil pessoas por mês

O governador Raimundo Colombo e o vice Eduardo Pinho Moreira, acompanhados da secretária de Estado da Saúde, Tânia Eberhardt, inauguraram nesta terça-feira, 21, nova estrutura do Hospital Florianópolis, no bairro Estreito. A unidade passa a contar com 50 leitos de internação, 10 leitos de UTI, centro cirúrgico com três salas, além de quatro leitos de recuperação pós-anestésica e leitos de observação adultos e infantis. A meta é atender 5 mil pessoas todos os meses.

“Saúde sempre foi prioridade absoluta e, com mais esta obra, a exemplo de outras ampliações, estamos cumprindo com a nossa proposta de levar pra perto das pessoas um atendimento em saúde de qualidade e resolutivo. Aqui, não é só um novo prédio, são novos leitos, e é também um avanço tecnológico com equipamentos modernos, de última geração. Esse é um momento especial, pois o governo consegue tornar prática uma ação que a sociedade exige”, disse Colombo.

O Hospital Florianópolis será administrado pela Organização Social Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM) e terá atendimento 100% pelo SUS. “Com a abertura dessa unidade, vamos desafogar os atendimentos no Hospital Regional São José, que está sobrecarregado. O importante é que a comunidade seja bem atendida e que tenha seus direitos cumpridos”, explicou a secretária da Saúde.

A reforma começou em 2009 e envolveu toda a estrutura da unidade de saúde, que inclui emergência, segundo e terceiro pavimentos. Os investimentos totalizam R$ 12,8 milhões, sendo R$ 7,8 milhões em obras e R$ 5 milhões em equipamentos. “O Governo do Estado cumpre uma etapa importante, e as comunidades contam novamente com um hospital novo e de qualidade, que estará à disposição de todos 24 horas por dia, todos os dias da semana”, afirmou o vice-governador Eduardo Pinho Moreira.

A unidade atende a nove municípios: Florianópolis, São José, Palhoça, Biguaçu, Santo Amaro da Imperatriz, Governador Celso Ramos, Antônio Carlos, Águas Mornas e São Pedro de Alcântara. Referência para uma população de mais de 700 mil habitantes, o hospital oferece atendimento em clínica médica, pediatria e clínica cirúrgica e ortopédica de média e alta complexidade. E será referência em atendimento de ortopedia.

Enquanto esteve em reforma, o pronto-atendimento do Hospital Florianópolis continuou funcionando com clínica médica, cirúrgica e pediátrica, além do ambulatório de setor de ortopedia. A reforma da unidade, inicialmente, estava prevista somente para o setor de emergência. Mas já no início dos trabalhos começaram a surgir problemas estruturais no prédio, o que originou mudanças no projeto inicial. Os andares superiores do hospital foram também incluídos na reforma.

Com o surgimento da necessidade de ampliação da obra, a Secretaria de Estado da Saúde decidiu também discutir a vocação da unidade de saúde, baseada nas principais necessidades da população daquela região. Os leitos de UTI, antes previstos apenas na ampliação do hospital, anexa à unidade já existente, foram incorporados ao projeto da reforma. Em função destas mudanças, o tempo para a conclusão das obras teve de ser ampliado.

A presidente da Associação Gente da Gente da Coloninha, Claudia Lopes Costa, informou que as comunidades do entorno do hospital acompanharam a obra do início ao fim, participando de todas as reuniões e dando sugestões e ideias. “Toda comunidade queria esse hospital. A unidade é um referencial para a população dessa região. As pessoas vão ter uma digna vida, com atendimento mais perto de casa”, afirma Claudia.

A solenidade de inauguração da reforma da unidade de saúde também contou com a presença do secretário-adjunto da Saúde, Acélio Casagrande, presidente da Assembleia Legislativa, Joarez Ponticelli, prefeito de Florianópolis, Cesar Souza Júnior, e outras autoridades.

 

Histórico

Este ano, o Hospital Florianópolis comemora 45 anos de história. A unidade de saúde do bairro Estreito foi inaugurada em 1969. Durante quatro anos, funcionou como um hospital particular que disponibilizava 10% de seus leitos à comunidade carente. Com a criação do INPS, houve um acréscimo de leitos e um aumento da demanda para atendimentos à comunidade. Em 1974, o hospital foi adquirido pelo INPS.

Depois de passar por um período de reformas e contratações de funcionários por meio de concurso público, em 6 de julho de 1979, a unidade de saúde iniciou suas atividades como único hospital no Estado de propriedade da Previdência Social.

Em 1990, através de convênio firmado entre governos Federal e Estadual, o Hospital Florianópolis passou a ter como gestor a Secretaria do Estado da Saúde de Santa Catarina. Ao longo dos anos, o hospital teve várias reformas de pequeno porte, sobretudo de caráter corretivo. A reforma iniciada em 2009 foi a primeira de grande porte.

Nova estrutura do Hospital Florianópolis:

- 50 leitos de internação, 10 leitos de UTI, 4 leitos de recuperação pós-anestésica e centro cirúrgico com 3 salas.

- A meta é atender 5 mil pacientes/mês.

- Haverá 590 funcionários, dentre os quais 165 médicos e 225 enfermeiros.

- O hospital funcionará 24 horas e todos os dias da semana.

- Haverá pronto atendimento clínico, pediátrico e cirurgia geral. O HF será referência em ortopedia.

Hospital Florianópolis será ampliado com recursos do Pacto por Santa Catarina

Agora que o Hospital Florianópolis foi reaberto à comunidade, o Governo do Estado, através do Pacto por Santa Catarina, vai trabalhar para ampliá-lo. Será construído um novo prédio, anexo à unidade existente, com 12,3 mil metros quadrados. Serão investidos R$ 30 milhões na obra, e outros R$ 8,9 milhões em equipamentos. Haverá novos 164 leitos de internação e 30 de UTI. Além disso, o hospital passará a contar com mais seis salas cirúrgicas e um novo centro de Material Esterilizado (CME).

Informações adicionais:

Elisabety Borghelotti 
Secretaria de Estado de Comunicação 

Ana Paula Bandeira
Secretaria de Estado da Saúde

 

Fonte: Governo de Santa Catarina

Avalie este item
(0 votos)
Lido 1970 vezes
         

Onde Estamos

Rua Dr. Diogo de Faria, 1036 | Vila Clementino | Cep: 04037-003
Telefones: (11) 5549-7032 | E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

SPDM em Imagens

showshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshow