intranet fale conselho

trabalhe     acesso informacao

Efeitos negativos da maconha

Publicado em 02/08/2016 - 17:26
A maconha é a substância proibida por lei mais usada em nosso país. Trata-se de uma erva polêmica que gera discussões, em especial sobre a possível descriminalização e seus malefícios.  Descriminalizar significa retirar do consumo de drogas o caráter criminoso, isentar, inocentar, ou seja, não penalizar o consumo.  A estimativa da OMS (Organização Mundial da Saúde) é de que haja 181,8 milhões de usuários de cannabis, em suas preparações mais comuns, como maconha e haxixe, com idade entre 15 e 64 anos no mundo. [1]  No Brasil cerca de 1,5 milhão de adolescentes e adultos usam maconha diariamente. O dado faz parte do II Levantamento Nacional de Álcool e Drogas (LENAD), Segundo o estudo, 3,4 milhões de pessoas entre 18 e 59 anos usaram a droga no último ano e 8 milhões já experimentaram maconha  alguma vez na vida, o equivalente a 7% da população brasileira. Desses, 62% deles tiveram…

Jabuticaba, a "pequena notável"

Publicado em 28/07/2016 - 11:29
Nossa estrela de hoje é a jabuticaba, fruto da jabuticabeira, árvore frutífera brasileira da família das mirtáceas, nativa da Mata Atlântica. Frutinha 100% nacional, nossa "pequena notável" pode ser encontrada nos seguintes estados: Bahia, Pernambuco, Paraíba, Mato Grosso, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Espírito Santo, Paraná, Santa Catarina, Goiás e Rio Grande do Sul. Após a florada intensa - que acontece duas vezes ao ano, de julho a agosto e de novembro a dezembro-, as árvores ficam carregadas de uma frutinha geralmente negra, doce e de casca brilhante, que atrai dezenas de pássaros. Existem 12 espécies catalogadas da fruta, porém a mais cultivada no Brasil, principalmente nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Goiás, é a jabuticaba-sabará, com frutos de casca fina, maiores e mais doces. Tanto a polpa - de cor branca, mole e suculenta - como a casca podem ser consumidas. Além de ser deliciosa in natura, a fruta…

Riscos e consequências da automedicação

Publicado em 15/07/2016 - 16:29
Tudo o que cura também pode matar, pois muitas vezes significa a diferença entre o remédio e o veneno. Um simples analgésico, quando tomado em excesso e sem orientação médica ou farmacêutica, pode causar desde reações alérgicas até sérios problemas para o sistema digestivo – isso quando não ajuda a mascarar problemas mais graves, impedindo seu diagnóstico. Conforme o tipo de medicamento, também pode causar resistência a bactérias (antibióticos), dependência (calmantes) e até morte. O problema é tão grave que o Ministério da Saúde, apenas nos últimos cinco anos, registrou mais de 60 mil internações por automedicação. A utilização de medicamentos por conta própria ou por indicação de um leigo, sem avaliação de um profissional da área da saúde, é um hábito muito comum entre brasileiros de todas as idades, sexos e classes sociais. Outro hábito perigoso e frequente é a autoprescrição, ou seja, a utilização por conta própria de…

Saiba como a ansiedade afeta nossa vida

Publicado em 08/07/2016 - 17:03
Quem nunca se sentiu ansioso antes de uma prova ou um primeiro encontro? Quem nunca sentiu as famosas “borboletas no estômago”? A ansiedade é uma função absolutamente normal do psíquico e é responsável por funções importantes na evolução do ser humano. É justamente ela que faz com que tenhamos medo, com que sejamos capazes de prever algum tipo de risco e tomemos providências, nos mobilizemos. Em diferentes situações nos permite melhorar nosso desempenho, aumentando a capacidade de concentração e reduzindo momentaneamente a necessidade de sono e fome. Muitos já passaram pela experiência de precisar estudar ou trabalhar por horas a fio, para cumprir prazos apertados, entregar trabalhos “para ontem” ou fazer provas. Nestas situações, a ansiedade nos torna capazes de passar noites em claro, ter pouca ou nenhuma necessidade de comer e de nos focarmos quase que exclusivamente na tarefa a ser feita. O problema começa quando essa ansiedade, até…

Alergia alimentar

Publicado em 23/06/2016 - 14:17
Esse tipo de alergia manifesta-se com a mesma resposta típica de hipersensibilidade, própria a todas as alergias. O antígeno é um alimento que estimula a produção de anticorpos, os quais provocam uma reação sempre que tal alimento for ingerido. As manifestações alérgicas são devidas à liberação de histamina e de serotonina, hormônios responsáveis por essas reações alérgicas intensas. Os principais tecidos afetados estão localizados no nariz, nos brônquios (pulmão), no trato gastrintestinal, na pele e no cérebro. As respostas mais comuns aos antígenos alimentares são o vômito, a diarreia, as cólicas, a náusea (enjoo), a distensão abdominal (aumento e enrijecimento do abdômen) e as dores abdominais. Se forem ingeridas grandes quantidades de alérgenos alimentares (substância produtora de alergia), podem ocorrer eczema, urticária, rinite e asma. Muitos alimentos que atuam como antígenos são inativados pelo processo digestivo. As crianças são mais sujeitas a apresentar alergias alimentares que os adultos, pois a…
Pagina 1 de 41

Onde Estamos

Rua Dr. Diogo de Faria, 1036 | Vila Clementino | Cep: 04037-003
Telefones: (11) 5549-7032 | E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

SPDM em Imagens

showshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshow