intranet fale conselho

trabalhe     acesso informacao

Riscos e consequências da automedicação

Publicado em 15/07/2016 - 16:29
Tudo o que cura também pode matar, pois muitas vezes significa a diferença entre o remédio e o veneno. Um simples analgésico, quando tomado em excesso e sem orientação médica ou farmacêutica, pode causar desde reações alérgicas até sérios problemas para o sistema digestivo – isso quando não ajuda a mascarar problemas mais graves, impedindo seu diagnóstico. Conforme o tipo de medicamento, também pode causar resistência a bactérias (antibióticos), dependência (calmantes) e até morte. O problema é tão grave que o Ministério da Saúde, apenas nos últimos cinco anos, registrou mais de 60 mil internações por automedicação. A utilização de medicamentos por conta própria ou por indicação de um leigo, sem avaliação de um profissional da área da saúde, é um hábito muito comum entre brasileiros de todas as idades, sexos e classes sociais. Outro hábito perigoso e frequente é a autoprescrição, ou seja, a utilização por conta própria de…

Saiba como a ansiedade afeta nossa vida

Publicado em 08/07/2016 - 17:03
Quem nunca se sentiu ansioso antes de uma prova ou um primeiro encontro? Quem nunca sentiu as famosas “borboletas no estômago”? A ansiedade é uma função absolutamente normal do psíquico e é responsável por funções importantes na evolução do ser humano. É justamente ela que faz com que tenhamos medo, com que sejamos capazes de prever algum tipo de risco e tomemos providências, nos mobilizemos. Em diferentes situações nos permite melhorar nosso desempenho, aumentando a capacidade de concentração e reduzindo momentaneamente a necessidade de sono e fome. Muitos já passaram pela experiência de precisar estudar ou trabalhar por horas a fio, para cumprir prazos apertados, entregar trabalhos “para ontem” ou fazer provas. Nestas situações, a ansiedade nos torna capazes de passar noites em claro, ter pouca ou nenhuma necessidade de comer e de nos focarmos quase que exclusivamente na tarefa a ser feita. O problema começa quando essa ansiedade, até…

Alergia alimentar

Publicado em 23/06/2016 - 14:17
Esse tipo de alergia manifesta-se com a mesma resposta típica de hipersensibilidade, própria a todas as alergias. O antígeno é um alimento que estimula a produção de anticorpos, os quais provocam uma reação sempre que tal alimento for ingerido. As manifestações alérgicas são devidas à liberação de histamina e de serotonina, hormônios responsáveis por essas reações alérgicas intensas. Os principais tecidos afetados estão localizados no nariz, nos brônquios (pulmão), no trato gastrintestinal, na pele e no cérebro. As respostas mais comuns aos antígenos alimentares são o vômito, a diarreia, as cólicas, a náusea (enjoo), a distensão abdominal (aumento e enrijecimento do abdômen) e as dores abdominais. Se forem ingeridas grandes quantidades de alérgenos alimentares (substância produtora de alergia), podem ocorrer eczema, urticária, rinite e asma. Muitos alimentos que atuam como antígenos são inativados pelo processo digestivo. As crianças são mais sujeitas a apresentar alergias alimentares que os adultos, pois a…

Maconha, os dois lados da moeda: o THC e o CBD

Publicado em 10/06/2016 - 09:48
Por conter substâncias que atuam no Sistema Nervoso Central, a maconha tem um grande potencial para o bem e para o mal. Ela é composta de diversos tipos de canabinoides – os mais conhecidos são o Tetrahidrocanabinol (THC) e o Canabidiol(CBD). O THC se destaca para o mal: é responsável pelos efeitos psicoativos e neurotóxicos. Já o CBD funciona para o bem: possui diversas possibilidades terapêuticas e até efeitos protetores contra os danos do próprio THC, incluindo efeitos antipsicóticos. O problema é que os efeitos benéficos do CBD não compensam os maléficos do THC quando a maconha é fumada. Além disso, nas últimas décadas, tem se observado aumento nos níveis de THC e diminuição nos níveis de CBD nas variedades de maconha consumidas. As consequências são desastrosas para os usuários, principalmente na esfera mental. Especificamente, usuários de variedades ricas em THC e pobres em CBD estão sob risco maior de…
Que o café da manhã é a principal refeição do dia é consenso entre os nutricionistas. Afinal, durante o sono, passamos por um longo período de jejum absoluto, quando nosso corpo utiliza os estoques de energia para manter suas funções metabólicas normais. Daí a necessidade de uma refeição completa para repor os estoques de energia e começar o dia com disposição. Sem correria – Todas as manhãs, reserve um tempo para fazer a primeira refeição do dia antes de dar início aos seus compromissos. Um bom café da manhã deve ter proteínas, carboidratos e fibras. Portanto, não podem faltar na mesa frutas, derivados de leite, torradas e pães integrais, que fornecem os nutrientes essenciais para o seu dia, como ômega 3 e 6, cálcio, ferro e vitaminas diversas. Dê preferência às frutas cítricas, como laranja, limão e abacaxi, que fornecem fibras e açúcar natural para o seu corpo. O morango, por exemplo, é…
Pagina 1 de 40

Onde Estamos

Rua Dr. Diogo de Faria, 1036 | Vila Clementino | Cep: 04037-003
Telefones: (11) 5549-7032 | E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

SPDM em Imagens

showshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshowshow