SPDM - Nutrição

Alimentação no verão

Alimentação no verão

As estações mais quentes causam mudanças no comportamento das pessoas – a busca pela melhora da forma física e a alteração nos hábitos alimentares são comuns nessa época do ano, com a chegada do verão. No calor, não podemos descuidar da alimentação, que requer cuidados essenciais para nos sentirmos mais dispostos, mantendo a forma com saúde.

Os alimentos que devem ser privilegiados no verão são as frutas, as verduras e os legumes, pois são ótimas fontes de vitaminas, minerais e fibras, além de serem alimentos refrescantes, o que combina com a alta temperatura do verão.

Consuma à vontade folhas verdes e legumes (de preferência crus). Cuidado apenas com o tempero das saladas: evite a maionese e os molhos prontos, preferindo o azeite, o limão, o vinagre e os molhos à base de mostarda e iogurte.

Os cereais integrais também são boas opções para o verão, já que combinam com saladas e pratos frios em geral. Na hora de comprar, opte por pães, cereais matinais e arroz integral no lugar de doces, massas e arroz refinado. As gorduras vegetais (azeite, óleo de girassol, soja etc.) combinam com as preparações de verão e são mais saudáveis que as gorduras de origem animal.

As carnes magras são as mais indicadas para essa época, pois são mais facilmente digeridas, evitando desconforto, além de serem mais saudáveis. Opte pela carne branca de aves e peixes e por cortes de carne vermelha magros. Por outro lado, evite as carnes das aves com a pele, a carne de porco e carnes vermelhas como a picanha. Quanto à forma de preparo, varie entre cozidos, grelhados e assados, deixando de lado as frituras, que não combinam com o clima quente do verão, além de serem extremamente calóricas.

As altas temperaturas favorecem a perda hídrica por meio do suor. Dessa forma, a recuperação com água deve ser constante, já que o resfriamento do corpo é realizado por meio da produção de suor, que aumenta à medida que nos movimentamos, andamos e também na prática de atividades físicas em geral. Vale lembrar que a sede é um sinal de que já estamos desidratados, devendo a água ser consumida antes que esse sinal se desencadeie.

Os líquidos devem ser oferecidos para que possamos manter a hidratação do corpo. No verão, o chá e o suco também auxiliam nesse papel, mas vale lembrar que o último, além de água, também contém calorias (para torná-lo menos calórico, procure não acrescentar açúcar). Com relação aos chás, opte pelos de ervas ou por chá descafeinado, que são bons hidratantes.

 

Vanessa Marins

Vanessa Marins Maniezo, nutricionista das Unidades Afiliadas da SPDM

 4004
   
   

logo IBROSS
  Filiada ao Instituto Brasileiro das
  Organizações Sociais de Saúde (IBROSS)

Contato | Newsletter

Rua Dr. Diogo de Faria, 1036 | Vila Clementino
Cep: 04037-003 | Telefone: (11) 5549-7032