SPDM - Reprodução Humana

Reprodução em pacientes com traumatismo da medula espinhal

reproducao8abrilA figura mostra um esquema do aparelho genital masculino. A ereção ocorre quando os corpos cavernosos se enchem de sangue, o que pode ocorrer por estimulação de áreas próximas ao pênis (ereção reflexa) ou por estímulos que nascem no cérebro (ereção psicogênica). Antes de atingir os corpos cavernosos, todos esses estímulos passam pela medula espinhal, que os integra e emite o sinal neurológico para a resposta no corpo cavernoso. Após a ereção, ocorre a emissão, que é a união de líquidos da próstata e da vesícula seminal com os espermatozoides, e a ejaculação (saída do sêmen pela uretra), ambos também regulados por centros medulares.

Dessa forma, lesões medulares têm potencial para impedir ereção, emissão e ejaculação, impossibilitando a reprodução. E os casos de lesão medular são cada vez mais comuns nos grandes centros urbanos, quer por ferimento de arma de fogo, quer por acidentes de trânsito. Dentre os últimos, tem sido cada vez mais relevantes as lesões que ocorrem em indivíduos jovens, vítimas de acidentes com motocicletas. Por força da paraplegia, os indivíduos permanecem sentados por muito tempo, o que aquece os testículos e prejudica mais ainda a reprodução. Atualmente, esses pacientes podem ter filhos por meio de técnicas específicas de reprodução assistida.

Se a lesão ocorrer acima da décima vértebra torácica, então pode ser utilizada a vibroestimulação para obtenção de espermatozóides. O processo consiste em utilizar um vibrador, colocado próximo à saída da uretra. Após alguns minutos, por ação reflexa, ocorre a ejaculação em 70% dos casos. Se a lesão medular for mais baixa, a vibroestimulação pode não funcionar. Nesse caso, utiliza-se a eletroejaculação, que consiste em produzir estímulos elétricos diretamente sobre a próstata, por meio de um estimulador introduzido no reto. Embora se obtenha ejaculação na quase totalidade dos casos, o procedimento é doloroso e, por vezes, necessita anestesia. Se os dois métodos não resultarem na obtenção de espermatozoides (o que é raríssimo), então eles poderão ser obtidos por meio cirúrgico, diretamente dos testículos ou dos epidídimos.

David WeirEm alguns lesados medulares, outras alterações neuromusculares fazem com que a ejaculação ocorra para dentro da bexiga, ao invés de atingir a uretra. Se for o caso, é necessária uma preparação prévia com uso de medicação para diminuir a acidez da urina antes do procedimento. Após o estímulo, o processamento adequado da urina separará os espermatozóides, que poderão ser utilizados para procedimentos assistidos de reprodução, com altas chances de êxito.

Para mais informações e  agendamento de consultas você pode ligar nos  seguintes telefones:

55392814 – 55395526 – 55392084 – 55392581

 

 

 

 

 

 

 

 

David Weir, atleta paraolímpico e seu filho nas Paraolimpíadas de Londres

 

fotonova

Dr Jorge Haddad-Filho, médico do Serviço de Reprodução Humana do Hospital São Paulo

 

   
   

logo IBROSS
  Filiada ao Instituto Brasileiro das
  Organizações Sociais de Saúde (IBROSS)

Contato | Newsletter

Rua Dr. Diogo de Faria, 1036 | Vila Clementino
Cep: 04037-003 | Telefone: (11) 5549-7032