SPDM - Reprodução Humana

Menino ou menina?

gravidezComo já foi mostrado, nos dias de hoje existem métodos que permitem conhecer o sexo do bebê antes do parto. No entanto, nem sempre foi assim. Em outras épocas, a falta desses recursos, aliada à curiosidade humana, determinou o desenvolvimento de “técnicas” várias, que pretendiam prever o sexo do bebê.

Quem é amigo dos números pode utilizar a técnica “cabalística”.Basta somar a idade da parceira, na ocasião da gravidez, à idade do parceiro na mesma época. Ao dividir essa soma por 3, se houver resto, será menino. Se a divisão for exata, será menina.

Outra “técnica” embora sem comprovação tem um esboço de explicação científica. Primeiro, é preciso saber o dia da ovulação (já descrevemos algumas técnicas para isso). Se o casal tiver relação no dia da ovulação ou até um dia depois, a maior chance é a de que venha a ser um menino. Se tiver relação antes da ovulação, a maior chance é a de nascer menina. Justifica-se pela suposição de que os espermatozóides Y, sendo mais leves e mais rápidos que os X, e atingiriam o óvulo antes. Por outro lado, o Y teria vida mais curta que X, de modo que, se a relação for antes da ovulação, apenas restariam espermatozóides X para penetrar no óvulo.

Existem ainda algumas outras “técnicas empíricas” para gerar um menino:

1  se a mulher tiver orgasmo antes do parceiro, isso liberaria secreção alcalina na vagina, que seria mais adequado para a sobrevivência dos espermatozóides masculinos;

2  se a ejaculação ocorrer mais profundamente na vagina, a chance de menino aumenta;

3  não manter relações sexuais uma semana antes da ovulação, mantendo relação apenas no dia da ovulação;

A chamada “tabela chinesa” (mostrada abaixo), considera a “idade lunar”da mãe e o mês da concepção para se saber o sexo do bebê.

Se a mulher nasceu em janeiro ou fevereiro, a “idade lunar” coincide com a idade que tem. Se nasceu em meses diferentes, é necessário acrescentar um á sua idade real. Assim, se a mulher nasceu em fevereiro e sua idade real é de 35 anos, sua “idade lunar” será a mesma (35 anos). Se nasceu em abril e tem idade real de 28 anos, então sua “idade lunar” será de 29 anos. O sexo do bebê será encontrado no cruzamento da “idade lunar” com o mês da concepção (M=mulher, H=homem). Por exemplo, se a concepção do bebê ocorreu em março e a mãe tem “idade lunar” 33 anos, o sexo será masculino (em vermelho na tabela).

Mês de Concepção

Idade Lunar

 

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

41

Janeiro

M

H

M

H

M

H

H

M

H

M

H

M

H

H

H

M

H

H

M

H

M

H

M

H

Fevereiro

H

M

H

M

H

H

M

H

M

H

M

H

M

M

M

H

M

H

H

M

H

M

H

M

Março

M

H

M

M

H

M

H

H

H

M

H

M

M

H

H

H

H

M

H

H

M

H

M

H

Abril

H

M

H

M

M

H

H

M

M

H

M

M

M

M

M

H

M

H

M

H

H

H

H

M

Maio

H

M

H

M

H

H

M

M

M

M

M

H

M

M

M

M

M

M

H

M

H

H

M

H

Junho

H

H

H

M

M

M

H

H

H

M

M

H

M

M

M

M

H

M

M

H

M

M

H

M

Julho

H

H

H

M

M

H

H

M

M

H

H

H

M

M

M

M

M

M

M

M

H

M

H

H

Agosto

H

H

H

M

H

M

M

H

H

H

H

H

M

M

M

H

M

H

M

H

M

H

M

H

Setembro

H

H

H

M

M

H

M

H

M

H

H

H

M

M

M

M

M

M

H

M

H

M

H

M

Outubro

H

H

M

M

M

H

M

H

M

H

H

M

M

M

M

M

M

M

H

H

M

H

M

H

Novembro

H

M

H

M

M

H

M

H

M

M

M

M

H

M

M

M

H

H

H

M

H

M

H

M

Dezembro

H

M

H

M

M

M

M

H

M

H

M

M

H

H

H

H

H

H

H

H

M

M

M

H

 

Sob o ponto de vista nutricional, descreve-se que uma elevada proporção de potássio e sódio na alimentação da mulher, em conjunto com uma diminuição de cálcio e magnésio, favoreceria o espermatozóide Y, tendendo a gerar meninos. Já a relação contrária favoreceria o espermatozóide X (gerando meninas).

De qualquer forma, seja o bebê menino ou menina, a grande alegria que a maternidade proporciona se sobrepõe, em muito, ao desejo de saber ou determinar o sexo do bebê.

 

Para mais informações e  agendamento de consultas você pode ligar nos  seguintes telefones:

55392814 – 55395526 – 55392084 – 55392581

fotonova

Dr Jorge Haddad-Filho, médico do Serviço de Reprodução Humana do Hospital São Paulo

 

 

 

   
   

logo IBROSS
  Filiada ao Instituto Brasileiro das
  Organizações Sociais de Saúde (IBROSS)

Contato | Newsletter

Rua Dr. Diogo de Faria, 1036 | Vila Clementino
Cep: 04037-003 | Telefone: (11) 5549-7032