SPDM - Saúde em geral

Dia Mundial da Água

aguaO dia 22 de março é o Dia Mundial da Água, quando diversas ações e discussões sobre o tema são suscitadas mundialmente, visando uma mudança nos paradigmas quanto à forma de usar, se relacionar e de valorizar este bem natural finito e imprescindível à vida na Terra.

Mas por que se fala tanto em usá-lo racionalmente se o Planeta Terra é conhecido como o Planeta Azul? Embora seja conhecido desta maneira por ter 75% de sua superfície coberta por água, a quantidade de água doce não representa mais que 3% deste total, sendo que destes 3%, apenas 1/3 está disponível para uso nos rios, lagos, lençóis freáticos e superficiais e atmosfera. O restante está concentrado em geleiras, calotas polares e lençóis freáticos profundos.

Ou seja, existe muita água no Planeta, mas disponível para uso apenas uma pequena parte, que muitas vezes acaba sendo desperdiçada pelo uso irracional e desmedido e pela contaminação de rios e lagos.

A quantidade de água produzida hoje pelas precipitações é a mesma que em 1950,  porém sua  utilização aumenta à medida que há um aumento da população mundial, que hoje gira em torno de 7 bilhões de pessoas, podendo chegar a 9 bilhões em 2050. Às vezes temos a impressão que tem chovido mais do que antes, mas a verdade é que as precipitações têm acontecido de forma mais intensa e concentrada, e não em maior quantidade.

Este panorama é muito preocupante, principalmente quando pensamos em dias de muito calor, quando só o que queremos é chegar em casa e tomar uma ducha bem gelada para nos refrescar ou beber um copo de água bem fresquinho. Por isso é tão importante nos mobilizarmos em ações individuais e coletivas visando à preservação deste bem, o que é responsabilidade de todos.

Para isso, pequenas atitudes, como tomar banhos menos demorados, fechar as torneiras ao lavar as mãos, escovar os dentes e lavar louça, reaproveitar a água da máquina de lavar e do tanque para limpar o quintal, varrer a calçada ao invés de usar a mangueira e denunciar casos de despejo ilegal de resíduos em rios, lagos e córregos podem fazer uma grande diferença. O empenho e esforço de cada um são importantes e, certamente, farão a diferença no futuro de todos.

Neste Dia Mundial da Água, parafraseando Tom Jobim, encerro afirmando que todos precisamos de “... Água de beber, água de beber, camará...”. Portanto, cuidemos do que é nosso!

Texto de Juliana Damiani,  Coordenadora de Sustentabilidade SPDM/PAIS

Originalmente publicado em: http://www.spdmpais.org.br/site/noticias/392.html

 

 2948
   
   

logo IBROSS
  Filiada ao Instituto Brasileiro das
  Organizações Sociais de Saúde (IBROSS)

Contato | Newsletter

Rua Dr. Diogo de Faria, 1036 | Vila Clementino
Cep: 04037-003 | Telefone: (11) 5549-7032