Clipping

Hospital Municipal completa um ano de exemplo em saúde pública

O dia 15 de novembro é para os cidadãos de Uberlândia uma data especial. É nesse dia que a cidade comemora a inauguração física de um dos melhores hospitais públicos do país: o Hospital e Maternidade Municipal Dr. Odelmo Leão Carneiro.

“Este complexo é fruto da parceria entre o Governo de Minas e a Administração Municipal. Uma união que viabiliza um maior cuidado com a população e que tem dado resultados. A comunidade ganha, o setor se qualifica e a cidade se torna referência em saúde pública”, disse o prefeito Odelmo Leão.

A Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM) – organização social que administra o hospital – foi a responsável pelo treinamento dos funcionários contratados em processo seletivo. Desde então, a unidade, que recebeu seu primeiro paciente em janeiro de 2011, segue com o atendimento em ascensão e estima-se que até o início do próximo ano, os 258 leitos estejam em plena atividade.

Em quase um ano de atendimento à comunidade, o complexo conta hoje com 209 leitos disponíveis. Já foram credenciados junto ao Ministério da Saúde 30 UTIs adulto e cinco UTIs neonatal, o que aumentou o número de pessoas beneficiadas pelo serviço de tratamento intensivo em unidades públicas.O hospital tem ainda uma média de quatro profissionais por leito, o que garante maior atenção com a população de Uberlândia.

Quatorzeespecialidades médicas são oferecidas no complexo hospitalar: as chamadas clínicas (cardiologia, hematologia, infectologia, neurologia, nefrologia e nutrologia), cirúrgicas (geral, aparelho digestivo, torácica, vascular, urologia, ginecologia, ortopedia e traumatologia) e de pediatria/neonatologia e oftalmologia.

Neste segundo semestre, a Prefeitura de Uberlândia adquiriu equipamentos de última geração importados da Alemanha, mais um investimento que comprova o status de um dos melhores hospitais públicos do Brasil. Dentre as aquisições, estão três aparelhos de raio-x portáteis, três de ultrassom, dois ecocardiógrafos, um tomógrafo computadorizado e um aparelho de ressonância magnética. Os funcionários da unidade passaram por treinamento especializado para operar os equipamentos.

Além disso, estão sendo montadas 20 redes que simulam o útero materno, no berçário e na UTI neonatal. Acomodação que dará mais conforto e benefícios na adaptação do bebê fora da barriga da mãe.

Inovações que chamam a atenção de administradores públicos, empresários e sociedade civil de todo o país e até do exterior. Mais de 15 visitas com esses gruposjá foram realizadas no Hospital e Maternidade Municipal desde dezembro do ano passado. O modelo de humanização e sustentabilidade é elogiado no Brasil e no mundo e tem inspirado construções de novas unidades em outras regiões.

“A intenção é trazer ainda mais qualidade de vida aos moradores da cidade. Fazemos isso pelo bem do povo de Uberlândia e também criamos oportunidades para desafogar o atendimento prestado à região. Temos a certeza de que estamos no caminho certo, já que o investimento aplicado em nosso povo tem feito crescer os indicadores de desenvolvimento de Uberlândia. Continuaremos trabalhando para que o município siga como exemplo de direcionamento correto de políticas públicas voltadas para a área da saúde”, apontou Odelmo Leão.

Procedimentos realizados (de 3 de janeiro a 14 de novembro):

* Internações: 3.900
* Partos: 804
* Cirurgias: 1.252