Dica Cultural

A maravilhosa jornada de crescimento e descobertas no mundo da fantasia

A maravilhosa jornada de crescimento e descobertas no mundo da fantasia

Crescer não é uma tarefa fácil. Os ossos doem, cada extremidade cresce no seu próprio momento, o que por vezes causa uma assimetria temporária no corpo do adolescente, os hormônios do organismo fazem a festa, causando até certa confusão.

Além do crescimento dos ossos, há a passagem da infância para a fase adulta e todos os medos e inseguranças que isso traz. A metamorfose faz parte do pacote (mudar a voz, para os meninos, ou crescer pelos pelo corpo) e, mesmo que muitas vezes esperada, não é tão simples de assimilar e aceitar.

Falamos sobre tudo isso em uma matéria especial no Dia da Infância.

Algumas vezes, nesse período, a vontade de crescer logo e o medo de deixar de ser criança se misturam e acabam por criar situações engraçadas.

Alice no País das Maravilhas, obra de Lewis Carrol, de 1865, que aborda um pouco esse momento delicado, foi contada no cinema diversas vezes. A adaptação de Tim Burton tem um visual e cores que lhe são peculiares, e tomou a liberdade de alterar a importância de alguns personagens, como a Rainha Branca, que passou a aparecer e a ter um papel importante na trama.

Alice (Mia Wasikowska), ainda praticamente uma menina, perdeu seu pai e está prestes a se casar com alguém com que não tem muita afinidade. Ela precisa tomar algumas decisões e foi nessas condições que avistou o coelho, que, com a pressa habitual do universo adulto, a conduz ao País das Maravilhas.

Uma das primeiras experiências pela qual a jovem passa ao chegar é uma crise de identidade, quando a lagarta sentencia que não, ela não é a Alice.

Em meio ao multicolorido universo criado por Tim Burton, Alice precisa diminuir e crescer, enfrentar uma rainha que se satisfaz cortando cabeças (Helena Bonham Carter), se aliar a um gato com um sorriso que tem vida própria e entender o Chapeleiro Maluco (Johnny Depp).

Tudo para realizar a jornada mais maravilhosa de sua vida: a passagem da vida de menina tímida e indecisa para a de mulher decidida e independente. Uma história que completa 150 anos e continua viva e conhecida, geração após geração.

Alice no País das Maravilhas (Alice in Wonderland, 2010) dirigido por Tim Burton, com Johnny Depp, Mia Wasikowska, Matt Lucas, Helena Bonham Carter, Anne Hathaway, Crispin Glover, Frances de la Tour, Geraldine James, Eleanor Tomlinson, Lindsay Duncan, Marton Csokas, Tim Pigott-Smith, John Hopkins e Jemma Powell.

 2788
(3 votos)
   
   

logo IBROSS
  Filiada ao Instituto Brasileiro das
  Organizações Sociais de Saúde (IBROSS)

Contato | Newsletter

Rua Dr. Diogo de Faria, 1036 | Vila Clementino
Cep: 04037-003 | Telefone: (11) 5549-7032