Dica Cultural

Uma singela homenagem às mulheres

Uma singela homenagem às mulheres

Não podia ser diferente! Na semana em que comemoramos o Dia da Mulher, selecionamos quatro filmes em que a força, coragem, talento, teimosia, alegria, elegância, charme, zelo, obstinação, carinho e delicadeza da mulher fizeram toda a diferença.

Não foi fácil escolher esses quatro filmes, e nem de longe somente eles representam a síntese da importância da mulher na sociedade, mas trouxemos aqui quatro protagonistas com exemplos bacanas, em filmes de grande sucesso no cinema!

Tina Turner (Angela Bassett)

Dona de uma das vozes mais vibrantes da história da música, a norte-americana Tina Turner já fazia sucesso no final dos anos 50, ao lado do seu marido Ike.

Anna Mae Bullock, conhecida como Tina Turner, tem uma história de muita garra, de enfrentamento ao racismo, ao abuso físico e psicológico do marido, a todas as adversidades que uma mulher negra, nascida na década de 1930, numa cidadezinha do estado americano do Tenesse poderia enfrentar.

Mas seu talento, sua coragem e vontade de viver foram decisivos quando, cansada de apanhar, abriu mão de tudo o que tinha para se divorciar e começar sua brilhante carreira solo.

Tina (What's Love Got to Do with, EUA, 1993), dirigido por Brian Gibson, com Angela Bassett, Laurence Fishburne, Penny Johnson Jerald, Tina Turner, Jenifer Lewis, Khandi Alexander e Terrence Howard.

Erin Brockovich (Julia Roberts)

É a história real de uma mãe solteira de três filhos. Sozinha, Erin Brockovich luta com unhas e dentes para sobreviver.

Sem estudo, mas com muita coragem, descobre que a água da cidade está contaminada e deixando a população doente. Contra todas as expectativas, ela luta contra uma gigantesca indústria, contra seu chefe e até mesmo contra os habitantes e protagoniza o sucesso de um processo de 333 milhões de dólares.

Erin Brockovich - Uma Mulher de Talento (Erin Brockovich, EUA, 2000), dirigido por Steven Soderbergh, com Julia Roberts, Albert Finney, Aaron Eckhart, Marg Helgenberger, Cherry Jones, Peter Coyote, Pat Skipper e Conchata Ferrell.

Ree (Jennifer Lawrence)

Ela tem só 17 anos – e a responsabilidade de sustentar a si mesma e às suas irmãs. Mas vê a casa onde mora ameaçada quando seu pai, sempre ausente, dá a propriedade como garantia da sua liberdade condicional e desaparece sem deixar vestígios.

Ree, então, desafia os códigos e a lei do silêncio arriscando sua vida, na tentativa de salvar sua família. Para isso, acaba enfrentando as mentiras, fugas e ameaças de seus parentes.

Inverno da Alma (Winter's Bone, EUA, 2010), dirigido por Debra Granik, com Jennifer Lawrence, John Hawkes, Kevin Breznahan, Dale Dickey, Garret Dillahunt, Sheryl Lee Diamond, Tate Taylor, Lauren Sweetser, Shelley Waggener e Ronnie Hall.

Merida

O primeiro desenho da Pixar em que a protagonista é uma mulher. E eles capricharam, porque Merida é, ao mesmo tempo, princesa e heroína! Ela desafia as tradições, seus pais e o que vier pela frente! Geniosa e esperta, se recusa a realizar um casamento arranjado.

Na verdade, a menina de cabelos ruivos não quer se casar, prefere montar seu cavalo, beber água de cachoeiras e usar o arco e flecha – o que faz com maestria!

Ela é forte, capaz e corajosa, e pode servir de exemplo para as meninas de hoje, que serão as mulheres de amanhã!

Valente (Brave, EUA, 2012), dirigido por Mark Andrews e Brenda Chapman, animação produzida pela Pixar Animation Studios e Walt Disney Pictures.

 3156
(1 Votar)
   
   

logo IBROSS
  Filiada ao Instituto Brasileiro das
  Organizações Sociais de Saúde (IBROSS)

Contato | Newsletter

Rua Dr. Diogo de Faria, 1036 | Vila Clementino
Cep: 04037-003 | Telefone: (11) 5549-7032