Dica Cultural

“O Oitavo Dia”: uma amizade inusitada e a simplicidade do sorriso

“O Oitavo Dia”: uma amizade inusitada e a simplicidade do sorriso

Às vezes o que não entendemos nos causa medo. Às vezes a estranheza vem do espelho, quando não gostamos do que vemos e fechamos os olhos. Isso aconteceu com Harry (Daniel Auteuil), um executivo de banco, mais que dedicado ao seu trabalho.

Estressado e deprimido, Harry usa profissionalmente o sorriso, “dá a impressão de sucesso e passa confiança ao cliente”, ele ensina em suas palestras. Sua vida real é bem diferente: é um fracasso como pai e como marido, ele foi abandonado por sua família. Sua vida é vazia - ou cheia de tédio.

Georges (Pascal Duquennes) é um menino no corpo de um homem. Ser portador de Síndrome de Down constantemente lhe rende o rótulo de deficiente. Foi deixado em um abrigo para pessoas especiais e é o único ali que não recebe visitas ou vai a passeio com a família.

Para Georges, o sorriso que dá tem outro significado. Sem se incomodar em passar ou não uma boa impressão, ele vê e vive à sua moda, criou para si um mundo simples, onde pode apreciar as pequenas coisas e fantasiar outras.

Seus caminhos se cruzam na estrada onde Harry, frustrado e solitário, dirige sem rumo, e Georges, com seu cão, rumam ao encontro da mãe, seja lá onde ela está.

O choque entre as diferenças é retratado ali na forma de um atropelamento, e na iniciativa de acudir o cão, Harry se vê na obrigação de conduzir Georges à sua casa.

Ali começa a história de uma bela amizade e, durante a aproximação dos dois, percebemos que o executivo é o personagem que precisa de ajuda: incapaz de sentir, de viver, de dar valor ao que realmente importa. No percurso da busca pela mãe de Georges, esse ensina a Harry a encarar a vida com mais simplicidade, sem as complicações que criamos em nosso dia-a-dia.

O oitavo dia (Le huitième jour, França, Bélgica, Inglaterra, 1996), dirigido por Jaco van Dormael, com Daniel Auteuil, Pascal Duquenne, Miou-Miou, Henri Garcin, Isabelle Sadoyan, Michele Maes, Fabienne Loriaux, Hélène Roussel, Alice van Dormael, Juliette Van Dormael, Didier De Neck, Marie-Pierre Meinzel, Sabrina Leurquin, Laszlo Harmati, Harry Cleven, Jean-Henri Compère, Jo De Backer, Josse De Pauw, Saleem Ebrahim e Olivier Gourmet.     

 3294
(2 votos)
   
   

logo IBROSS
  Filiada ao Instituto Brasileiro das
  Organizações Sociais de Saúde (IBROSS)

Contato | Newsletter

Rua Dr. Diogo de Faria, 1036 | Vila Clementino
Cep: 04037-003 | Telefone: (11) 5549-7032