Notícias

Diário de um Adolescente, uma história fiel sobre uma realidade cruel

Diário de um Adolescente, uma história fiel sobre uma realidade cruel

A primeira impressão sobre drogas psicotrópicas pode até ser prazerosa, mas essa sensação é ilusória e passageira, que deixa um rastro de destruição e tragédia em seu caminho. O cinema e a literatura estão cheios de obras que retratam histórias verídicas de “fundo do poço”, violência e morte relacionados às drogas.
Escolhemos Diário de um Adolescente para a Dica de Cultura porque esta semana foi marcada pelo Dia Internacional sobre o Abuso e Tráfico de Drogas (26 de junho), e o filme mostra como a droga pode acabar com a vida de pessoas.
O adolescente Jim Carrol (Leonardo DiCaprio) era muito talentoso no basquete e nos poemas que escrevia em seu inseparável caderno. Era Nova York dos anos de 1970, mas poderia ser 2015 em São Paulo ou 1998 em Berlim: a história permanece atual e assustadoramente universal.
Jim teve sua juventude destruída e seu futuro ameaçado quando se envolveu com um grupo novo de amigos que o levou a se envolver com as drogas. Sem lição de moral, sem pieguice, o filme é uma imagem realista de uma situação que merece toda a nossa atenção: a atração que os adolescentes têm pelas drogas, na tentativa de provar que não são crianças, nem adultos “caretas”; a busca frenética por diversão, por uma identidade e o sentimento de poder infinito criam o terreno propício para o abuso de drogas.
Isso é o que aconteceu com Jim, que de uma hora para outra se vê descontrolado, afundado no submundo das drogas, roubando e se prostituindo para manter seu vício. A única coisa que o mantém conectado à realidade é seu diário, onde registra tudo o que vai presenciando.
A obra é baseada no livro The Basketball Diaries, de Jim Carrol, que se agarrou à sua segunda chance, surgida na pele de um ex-usuário (Ernie Hudson), que o ajuda a se recuperar e retomar sua vida, encarando as consequências de suas escolhas, como o fato de sua mãe tê-lo expulso de casa e outras oportunidades que ele perdeu.
Dirigido por Scott Kalvert, o filme de 1995 merece ser visto com atenção, com reflexão, pois fala de um dos maiores problemas de saúde pública atualmente, que afeta cerca de 5% da população mundial entre 15 e 64 anos, segundo o Relatório Mundial sobre Drogas da Organização das Nações Unidas (ONU), o que corresponde a algo em torno de 250 milhões de pessoas usando drogas ilícitas.
Diário de um adolescente (The Basketball Diaries, 1995), dirigido por Scott Kalvert, com Leonardo DiCaprio, Mark Wahlberg, Juliette Lewis, Lorraine Bracco, Ernie Hudson e Josh Mostel.

 

 

 10693
(6 votos)
   
   

logo IBROSS
  Filiada ao Instituto Brasileiro das
  Organizações Sociais de Saúde (IBROSS)

Contato | Newsletter

Rua Dr. Diogo de Faria, 1036 | Vila Clementino
Cep: 04037-003 | Telefone: (11) 5549-7032