Notícias

A importância social do Hospital vai muito além do atendimento médico

A importância social do Hospital vai muito além do atendimento médico

Neste 2 de julho, quando se comemora o Dia do Hospital, reservamos algumas linhas para prestar nossa homenagem a estas entidades

 

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) o hospital é um organizador de caráter médico-social, que deve garantir assistência médica, tanto curativa como preventiva, para a população, além de ser um centro de medicina e pesquisa.
“O hospital é o local onde se fazem as maiores intervenções de saúde nos indivíduos com situação de agravo à saúde, de média e alta complexidade”, explica Nacime Salomão Mansur, Superintendente de Instituições Afiliadas da Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM). “É também o local que concentra a maior quantidade de tecnologia, de especialistas e de capacitação técnica, o que não significa que seja o centro do sistema de saúde”, completa.
Além da atenção especial à enfermidades, com diagnóstico, tratamento, reabilitação e atendimento de emergências, o ambiente hospitalar ainda se ocupa com a prevenção, que é o controle de doenças infecto-contagiosas, a saúde ocupacional e a promoção à saúde, por exemplo.
“O principal objetivo do hospital é salvar vidas, permitir que o indivíduo melhore de determinada condição de saúde, ou promova a cura”, diz Nacime. Além disso, ele desempenha um enorme papel no desenvolvimento de pesquisas e no ensino da medicina, além de gerar empregos em várias categorias e movimentar o complexo industrial da saúde, de significado vital na economia.
Outro aspecto importante diz respeito aos hospitais universitários (que representam 2,8% dos hospitais no país), que unem, indissociavelmente, três alicerces interligados: são responsáveis pela formação e especialização de novos profissionais da saúde; concentram uma enorme quantidade de atendimento terciário e quaternário (de maior complexidade, como transplantes); e gera conhecimento com pesquisa e desenvolvimento.
No quesito assistencial, o hospital é classificado como Geral quando atende pacientes de várias especialidades e Especializado, quando se destina a atender predominantemente uma especialidade.

 

Rede de Saúde Pública


Segundo a Constituição Federal de 1988, Saúde é um direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doenças e de outros agravos, o acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação.

Pensando na melhor estratégia para garantir que cada cidadão seja respeitado em seu direito à saúde, o Sistema Único de Saúde (SUS), determina o atendimento a partir de três níveis de complexidade:
- Baixa: onde as Unidades Básicas de Saúde (UBS) recebem o paciente, avaliam, diagnosticam e eventualmente encaminham o paciente.
- Média: caracterizada por hospitais secundários e Ambulatórios Médicos de Especialidades (AME).
- Alta: onde pacientes que apresentam quadro clínico muito complexo são atendidos em hospitais referência.
Dessa forma, o paciente deve ser atendido em unidades de saúde de um ou outro nível, conforme a necessidade e a complexidade de seu quadro clínico, sendo encaminhados conforme o caso, inclusive em contra-referência, que ocorre quando, depois de ter sua necessidade atendida e seu quadro clínico estabilizado, o paciente é reencaminhado para uma unidade de menor complexidade, para dar seguimento ao tratamento.
“O hospital complementa o sistema de saúde, o atendimento primário e ambulatorial”, completa o Superintendente da SPDM.
Nesse modelo de hierarquia, a figura do hospital assume fundamental importância, reafirmando seu significado, que é o de acolher, oferecer hospitalidade e se dedicar a dar assistência e cuidados especializados aos enfermos, para que assim possam recuperar sua saúde.

Dia do Hospital


Sabendo de tudo isso, a nossa reflexão, para este dia tão importante, é direcionada principalmente aos trabalhadores da saúde, que dedicam suas vidas à cuidar das pessoas: “os profissionais do hospital têm pleno conhecimento de seu papel e sua enorme importância no funcionamento desse equipamento, colaborando imensamente para o restabelecimento e manutenção da saúde da população”, comemora José Roberto Ferraro, superintendente do Hospital São Paulo.
Por isso, você que está lendo esse texto e trabalha em um hospital, saiba que este dia também é seu! Então, parabéns!

 

 

 12516
(2 votos)
   
   

logo IBROSS
  Filiada ao Instituto Brasileiro das
  Organizações Sociais de Saúde (IBROSS)

Contato | Newsletter

Rua Dr. Diogo de Faria, 1036 | Vila Clementino
Cep: 04037-003 | Telefone: (11) 5549-7032