Notícias

Os primeiros cuidados com o bebê

(Fotografia: Bia Fioretti) (Fotografia: Bia Fioretti)

O nascimento de um bebê traz muita alegria, mas também uma grande quantidade de dúvidas, principalmente quando se trata do primeiro filho. Durante o pré-natal, ajuda bastante participar de rodas de conversas sobre a gravidez, parto e cuidados com o recém-nascido. Também é muito importante tirar dúvidas com a equipe que acompanha a gestação, o parto e o pós-parto. Ouvir conselhos de parentes e amigos que já passaram por essa situação pode ajudar bastante qualquer pai e mãe menos habituados com a circunstância, mas é importante distinguir práticas corretas de crendices e de hábitos populares que não devem ser utilizados.

Todos que vivem em torno do bebê terão a necessidade de se adaptar. Depois que a mãe chegar em casa com seu bebê, ela deverá descansar sempre que ele estiver dormindo. Nos primeiros dias de vida, as crianças trocam o dia pela noite; portanto, a mãe deve aproveitar para dormir mesmo durante o dia. Deixe que o pai/companheiro, os avós, as tias e outras pessoas próximas ajudem no cuidado com o bebê e nas atividades domésticas.

O que vale sempre lembrar é que o choro é a forma que o recém-nascido tem para se comunicar quando ele precisa de alguma coisa. Fome, fralda suja, cólicas, frio, calor, posição desconfortável e por aí vai. Vale ressaltar também que, nos primeiros seis meses de vida, a única alimentação necessária ao bebê é o leite materno. Ele nutre, hidrata e acalma, suprindo todas as necessidades da criança.

A primeira consulta do recém-nascido deverá ocorrer na sua primeira semana de vida. Nessa consulta, o profissional de saúde irá avaliar o estado geral do bebê, orientar e auxiliar no aleitamento materno, verificar a caderneta da criança, realizar as vacinas necessárias e orientar sobre o calendário de vacinação. Após essa consulta, é importante que a criança seja acompanhada de acordo com o calendário de consultas de rotina recomendado pelo Ministério da Saúde para a avaliação do crescimento e desenvolvimento.

Também é muito importante que o recém-nascido realize a triagem neonatal, mais conhecida como Teste do Pezinho, entre o terceiro e o quinto dia de vida. Esse exame é feito a partir de sangue coletado do calcanhar do bebê e permite identificar doenças como hipotireoidismo congênito, fenilcetonúria, doença falciforme, fibrose cística, entre outros.

 

 

Fonte: Site "Campanha da Promoção da Saúde" - Ministério da Saúde (http://promocaodasaude.saude.gov.br/)

 

 3068
(1 Votar)
   
   

logo IBROSS
  Filiada ao Instituto Brasileiro das
  Organizações Sociais de Saúde (IBROSS)

Contato | Newsletter

Rua Dr. Diogo de Faria, 1036 | Vila Clementino
Cep: 04037-003 | Telefone: (11) 5549-7032