Notícias

“Meu Cão Amigo” melhora o bem-estar e ajuda na recuperação de crianças no Hospital Municipal de São José dos Campos

“Meu Cão Amigo” melhora o bem-estar e ajuda na recuperação de crianças no Hospital Municipal de São José dos Campos

Projeto pioneiro na região conta com a participação de voluntários que levam seus cachorros para visitas no hospital

Amigos de quatro patas. É assim que os cachorros do projeto “Meu Cão Amigo” são vistos pelas crianças que estão na ala da pediatria do Hospital Municipal Dr. José de Carvalho, unidade administrada em parceria com a Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM).

O projeto funciona na unidade desde outubro de 2014 e foi desenvolvido pela equipe multiprofissional da Comissão de Humanização do hospital. Com a visita semanal de cães para atividades lúdicas no setor de pediatria, o objetivo é reduzir a ansiedade dos pacientes, favorecer o equilíbrio emocional e estimular a atividade motora da criança. O Hospital Municipal foi o pioneiro na região a implantar esse projeto.

Participam hoje do “Meu Cão Amigo” cinco voluntários que se revezam semanalmente e levam seus cachorros à instituição. Todos os voluntários passam por uma integração institucional, onde recebem orientações e são cadastrados no hospital. “O voluntário deve apresentar a carteirinha de vacinação atualizada do cachorro, o exame de giárdia e um atestado de saúde emitido por um veterinário, que é validado e atualizado anualmente”, explica a enfermeira Andréa de Fátima Cornélio, encarregada do setor de pediatria.

As visitas são acompanhadas por uma equipe multidisciplinar, que discute com a equipe médica quais crianças terão condições clínicas e serão liberadas para ter contato com os animais. Após a liberação médica, os responsáveis pelo paciente assinam um termo de consentimento autorizando a participação da criança.

Os animais passam por uma avaliação de comportamento que, geralmente, ocorre na Associação dos Treinadores de Pastores Alemães do Vale do Paraíba. Antes da visita com as crianças, eles também passam por higienização e, para garantir que não haja nenhum tipo de contaminação, a equipe de enfermagem protege o acesso venoso da criança e orienta a lavagem das mãos após a atividade. Tudo é feito com a presença de um adestrador.

Esse contato traz benefícios visíveis para a criança, melhorando o ânimo e ajudando na recuperação. O retorno dos familiares também é bem positivo.

É de consenso entre pesquisadores que há uma melhora no quadro clínico do paciente quando ele pode contar com programas de intervenções que buscam humanizar o contexto da internação. Também é comprovado que o convívio com os animais é muito benéfico e brincar com os bichinhos funciona como uma verdadeira terapia, ajudando a reduzir o estresse.

“Para nós, profissionais, essa rotina semanal é muito importante e trouxe muitos benefícios para o setor, a ideia é minimizar o sofrimento e ver o sorriso nos rostinhos dessas crianças que estão passando por um momento delicado”, diz Andréa de Fátima.

 2487
(1 Votar)
   
   

logo IBROSS
  Filiada ao Instituto Brasileiro das
  Organizações Sociais de Saúde (IBROSS)

Contato | Newsletter

Rua Dr. Diogo de Faria, 1036 | Vila Clementino
Cep: 04037-003 | Telefone: (11) 5549-7032