Notícias

SPDM completa 85 anos de história em saúde no Brasil

SPDM completa 85 anos de história em saúde no Brasil

SPDM completa 85 anos de história em saúde no Brasil

Atuando em diversos estados, instituição alia iniciativas de sucesso, equipes multiprofissionais altamente qualificadas e expertise na área da saúde

Neste dia 26 de junho, a Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina completa 85 anos. Tudo começou em 1933, quando um grupo de profissionais criou a Sociedade Civil da Escola Paulista de Medicina (EPM), para organizar o curso da segunda escola médica de São Paulo. O projeto cresceu, resultando na construção do Hospital São Paulo e na confirmação da EPM como uma das maiores instituições de ensino do país. Anos mais tarde, a Escola foi federalizada e posteriormente sua entidade-mãe tornou-se a Sociedade Paulista para o Desenvolvimento da Medicina – SPDM.  

Com o passar do tempo, a SPDM teve nova alteração, passando de Sociedade para Associação, mantendo, porém, a sigla pela qual foi e é tão conhecida, como uma das maiores entidades filantrópicas de saúde do Brasil. Com uma gestão baseada no sistema de governança corporativa e na alta competência de seus colaboradores, a SPDM tem o objetivo de levar o que há de mais avançado em conhecimento médico à população.

Para celebrar a data, a entidade, que é composta por professores titulares da EPM, participou da festa “Somos Todos Paulista”. Cerca de 4 mil pessoas, entre alunos, ex-alunos, docentes aposentados e em exercício, pós-graduandos, colaboradores e familiares marcaram presença no evento para prestigiar a instituição, que reuniu várias gerações que fazem e fizeram parte da história da Escola Paulista de Medicina.

Destaques

Ao longo de todos esses anos de história, a SPDM se destacou por sua boa gestão, elevando a qualidade de atendimento de unidades públicas de saúde, e por projetos e iniciativas, muitas vezes pioneiros, que impactaram diretamente a população de maneira positiva.

Um dos grandes destaques da instituição fica por conta da atuação da SPDM/Hospital São Paulo na saúde indígena, em conjunto com a Universidade Federal de São Paulo, no Parque Nacional do Xingu. O projeto, que acontece desde 1965, desenvolve trabalhos assistenciais, formação profissional, promoção de saúde e pesquisas.

Sob sua gestão, a Associação possui também unidades acreditadas pela Organização Nacional de Acreditação (ONA) e Acreditation Canada, refletindo a qualidade do serviço prestado à população. Recentemente, o Hospital Geral de Pirajussara teve o primeiro Serviço de Hemodinâmica de atendimento público no Brasil certificado pelo IQG – Health Services Accreditation.

Outro prêmio conquistado por unidades gerenciadas pela SPDM é o selo Green Kitchen, que avalia o serviço realizado pelas Unidades de Alimentação e Nutrição de cada hospital. Seis unidades já obtiveram o selo, sendo que o Hospital de Clínicas Luzia de Pinho Melo foi o primeiro hospital público do Estado de São Paulo a obter o selo. Já o Hospital Estadual de Diadema atingiu uma pontuação melhor do que os hospitais privados do Estado de São Paulo que também têm o selo.

A preocupação com o meio ambiente faz parte, é claro, dos valores da entidade. Um bom exemplo é que, em 2017, a SPDM foi selecionada como uma das vencedoras da Campanha Internacional “Desafio 2020 – A Saúde pelo Clima”. A campanha é promovida pelo Global Green and Healthy Hospitals, uma rede internacional de hospitais, sistemas e organizações de saúde dedicadas a reduzir seu impacto ambiental e a promover uma saúde pública e sustentável, e pelo Projeto Hospitais Saudáveis.

Dentre outras iniciativas de sucesso, destacam-se o Projeto Rede, em parceria com a Secretaria Municipal da Educação, que visa melhorar a independência funcional e apoio à inclusão educacional de alunos com deficiência; os Ambulatórios Médicos de Especialidades voltados para a população idosa, que oferecem atendimento em diversas especialidades, incluindo terapia ocupacional, psicologia, odontologia e podologia, além de projetos como grupos de diabetes e arte terapia; e a Unidade Recomeço Helvétia, que integra a primeira rede estadual de tratamento de dependentes químicos do Brasil.

 

São mais de 40 mil colaboradores atuando em diversos estados do Brasil e contribuindo de forma efetiva para a melhoria contínua dos serviços prestados pelo Sistema Único de Saúde.

 

Para homenagear os profissionais que contribuíram para o engrandecimento da SPDM, da Escola Paulista de Medicina e do Hospital São Paulo, criamos o Projeto Memória. Com a missão de resgatar e preservar a história da SPDM, o projeto traz vídeos com depoimentos de profissionais que participaram da nossa trajetória até aqui. Confira: https://www.spdm.org.br/a-empresa/conheca-a-spdm/memoria-spdm.

 

Deixamos nosso parabéns e agradecimento a todos que fizeram e continuam a fazer parte da nossa história!

 

 1014
(0 votos)
   
   

logo IBROSS
  Filiada ao Instituto Brasileiro das
  Organizações Sociais de Saúde (IBROSS)

Contato | Newsletter

Rua Dr. Diogo de Faria, 1036 | Vila Clementino
Cep: 04037-003 | Telefone: (11) 5549-7032