Notícias

HMB alerta sobre cuidados com a saúde mental durante o tratamento do câncer de mama

HMB alerta sobre cuidados com a saúde mental durante o tratamento do câncer de mama

No Outubro Rosa, unidade realiza palestra sobre as condições emocionais motivadas pela doença

Na última terça-feira (16/10), em comemoração ao mês de conscientização sobre o câncer de mama, o Hospital Municipal de Barueri (HMB), unidade da Prefeitura de Barueri gerenciada em parceria com a SPDM – Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina, promoveu a palestra “Mulheres de Corpo e Alma”.

Com objetivo de destacar a atenção que o lado emocional necessita, em conjunto com a realização do tratamento físico, a psicóloga Lucila Fernandes explorou diversos sintomas que podem ser gerados a partir do diagnóstico do câncer, como depressão, ansiedade, estresse pós-traumático e até pensamentos suicidas.

O câncer de mama, principalmente, está associado ao sentimento de tristeza em relação à fertilidade, aos relacionamentos e até mesmo na identificação da própria mulher, conforme explica a psicóloga. “Por isso, a partir do momento que você perceber alguma diferença ou dificuldade emocional, é preciso buscar apoio, seja com terapia, conversando com uma amiga ou procurando alguma atividade para distração”, alerta Fernandes.

Justamente para que a saúde mental também seja tratada, no HMB, a psicologia faz parte da equipe multidisciplinar, composta por oncologista, radioterapeuta, enfermeiro, nutricionista, fonoaudióloga e assistente social. No caso de pacientes com diagnóstico de câncer, o acolhimento psicológico ingressa no tratamento desde a primeira consulta com o oncologista e segue durante o tratamento, para auxiliar o paciente no enfrentamento da doença e também oferecer apoio aos familiares.

É importante ressaltar que, segundo o Ministério da Saúde, o carinho e a ajuda dos amigos e parentes são fundamentais para manter o otimismo, a saúde emocional e a vontade de controlar o câncer. Colocar-se a disposição para auxiliar nas tarefas domésticas, dizer frases positivas e não menosprezar a doença são algumas atitudes simples que podem ajudar no tratamento. 

 

 488
(1 Votar)
   
   

logo IBROSS
  Filiada ao Instituto Brasileiro das
  Organizações Sociais de Saúde (IBROSS)

Contato | Newsletter

Rua Dr. Diogo de Faria, 1036 | Vila Clementino
Cep: 04037-003 | Telefone: (11) 5549-7032