Banner Doacao

Notícias

SPDM faz novas contratações para o Programa Jovem Aprendiz Indígena em São Paulo

SPDM faz novas contratações para o Programa Jovem Aprendiz Indígena em São Paulo

Mais de 50 jovens indígenas já foram contratados para atuarem em diversos setores do SPDM Saúde Indígena e também no Hospital São Paulo

No início de novembro, o Programa Jovem Aprendiz Indígena (PJAI), da SPDM - Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina, ampliou a sua equipe em São Paulo. Foram contratados mais cinco jovens indígenas para atuarem no escritório da organização, na capital paulista. Os novos integrantes da equipe, que fazem parte do Povo Guaraní de SP, Kaymbé e também do Povo Karajá, iniciaram as atividades profissionais e de educação em 3 de novembro.

O programa é voltado para jovens indígenas de 16 a 22 anos que vivem em contexto urbano, com ensino médio regular (ou técnico) concluído ou em andamento. E os interessados não podem estar no ensino superior ou já ter iniciado e trancado o curso na universidade. As atividades do programa desenvolvem competências profissionais e acadêmicas, incentivando tanto a continuidade ou o retorno aos estudos, como também o ingresso em universidades. No decorrer do contrato de 16 meses, os aprendizes realizam avaliações de desempenho semestrais e feedbacks regulares junto às equipes dos setores em que atuam.

Desde sua criação, em 2015, o PJAI já contratou mais de 50 aprendizes indígenas, de 14 etnias diferentes, para trabalharem em diversos setores no escritório da projeto Saúde Indígena da SPDM e também no Hospital São Paulo (HSP), como nas áreas de recursos humanos, financeira, jurídica, Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), educação permanente, dentre outros.

“Inicialmente, o PJAI oferece a oportunidade do primeiro emprego ao jovem indígena que vive no contexto urbano em São Paulo. Ao longo destes anos, nossos esforços também se concentram em facilitar a entrada do jovem no mundo acadêmico, expandir seu repertório cultural, oferecer reconhecimento e visibilidade cultural dentro da instituição para fortalecer sua identidade. Esperamos que, ao fim do ciclo, o jovem retorne para sua comunidade com maior capacidade para se envolver em ações e projetos das lideranças, comunidades e associações indígenas pela defesa de seus direitos", comenta Awaé Trumai, coordenador do PJAI.

Processo seletivo

A  inscrição para participar do processo seletivo ocorre com o envio do currículo básico, com dados pessoais do candidato, ao escritório do projeto Saúde Indígena, que fica na Rua Estado de Israel, 345, na Vila Clementino, ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. Mais informações sobre o Programa Jovem Aprendiz Indígena podem ser obtidas no site www.saudeindigena.spdm.org.br.  

 626
(2 votos)
   
   

logo IBROSS
  Filiada ao Instituto Brasileiro das
  Organizações Sociais de Saúde (IBROSS)

Contato | Newsletter

Rua Dr. Diogo de Faria, 1036 | Vila Clementino
Cep: 04037-003 | Telefone: (11) 5549-7032