Notícias

Pandemia reforça o papel fundamental da enfermagem para salvar vidas

Pandemia reforça o papel fundamental da enfermagem para salvar vidas

Somente na capital paulista, quase 1 milhão de doses de vacinas contra a Covid-19 já foram aplicadas pelas equipes de enfermagem da SPDM

O dia 12 de maio é um dia muito especial para a área da saúde. Nesta data, é celebrado o Dia Internacional da Enfermagem. A data foi escolhida em homenagem ao nascimento da “mãe” da enfermagem moderna, Florence Nightingale. As equipes de enfermagem são cruciais nos serviços de saúde. São profissionais responsáveis por diversos tipos de atendimentos fundamentais aos pacientes, como a triagem de casos, realização de exames, aplicação de medicamentos e injeções, assim como cuidados específicos aos pacientes e coordenação de equipes.

As enfermeiras e enfermeiros atuam de forma integrada com médicos e equipes multidisciplinares, visando, em conjunto, ofertar a melhor assistência e contribuição para o bem-estar dos pacientes atendidos. E em um contexto de pandemia, seu papel se torna ainda mais necessário e indispensável. Para se ter uma ideia, desde o início da vacinação contra a Covid-19, somente na cidade de São Paulo, as equipes de enfermagem da SPDM – Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina já aplicaram cerca de 900 mil doses das vacinas disponíveis à população - uma ação que salva vidas. Uma das profissionais dessas equipes é Simone Aparecida de Carvalho, de 46 anos e que há 19 trabalha na UBS Vila Pirituba, gerenciada pela SPDM na capital paulista.

“No começo da pandemia, foi muito assustador para todos. Mas esta é minha profissão, alguém tem que estar na linha de frente para atender a população e essa foi minha escolha. Enfrentei de peito aberto o desafio, uma nova doença, passando por uma fase de amadurecimento na minha carreira, com a coragem e dedicação necessárias para o momento”, afirma Simone. A enfermeira já participou de inúmeras campanhas de vacinação, mas esta se destaca em sua memória. Simone atualmente aplica doses das vacinas contra a Covid-19 no Mega Drive realizado no Memorial da América Latina.

“Na SPDM tomamos todos os cuidados para que não ocorra nenhum erro na aplicação de vacinas e estamos atingindo nosso objetivo. Não tenho ideia de quantas doses já apliquei, sei que foram muitas, mas uma reação que me marcou foi a de um senhor com mais de 100 anos, que, ao ser imunizado, lembrou do número de mortes provocadas pela pandemia, praticamente o de uma guerra. Após eu aplicar a dose, ele, com os olhos marejados, agradeceu imensamente. Aquilo mexeu demais comigo. São atitudes como essa que nos fazem chegar no final do dia com a sensação de dever cumprido. Estamos levando à população a proteção que salvará muitas e muitas vidas”, completa.

Além disso, outro atendimento fundamental prestado pelas equipes de enfermagem acontece em unidades como o Hospital Municipal de Parelheiros (HMP), em São Paulo. Estes serviços possuem um alto número de leitos destinados ao combate do novo coronavírus. O HMP, por exemplo, é o hospital da SPDM que mais possui leitos – 321 no total, sendo 169 de UTI e 152 de enfermaria, que contam com o trabalho essencial destas equipes.

“Recebemos muitos pacientes críticos em nossa UTI, então o atendimento é voltado para cuidados intensivos. E nossos profissionais têm que ter um olhar clínico treinado e o conhecimento técnico desta patologia, totalmente nova, em relação à conduta e aos cuidados. Foi um momento de descobertas também para a enfermagem, que resultou no aperfeiçoamento técnico de toda a equipe”, afirma Toshie Tubone Martinelli, Diretora de enfermagem do HMP.

“Passamos hoje por uma experiência única, que nunca imaginamos que iríamos passar. Tivemos que, do dia para a noite, treinar equipes e adaptar um hospital inteiro para enfrentar uma pandemia. Foi desafiador e trouxe resultados nobres que levaremos para a vida. Ter empatia , amor e também cuidar de quem cuida se mostrou essencial durante esse período. Cuidamos não apenas dos pacientes, mas de nossas equipes, o que foi fundamental para o legado que juntos estamos construindo, que é o de salvar vidas, com muita força e superação”, conclui a Diretora.

E por falar em cuidar, as equipes da SPDM continuam mostrando que a enfermagem vai muito além da assistência. Um exemplo disso aconteceu recentemente no Hospital Municipal de Barueri (HMB), no Dia das Mães.

A enfermeira Andreíza da Silva, mãe de uma menina de um ano, e a técnica de enfermagem Sheila Marques, que tem três filhos, notaram que alguns pacientes chegam na unidade para internação sem itens para higiene pessoal. Esses itens são considerados como pertences do paciente e, conforme orientação do Manual do Paciente (entregue no momento da internação), os familiares precisam trazer os produtos no horário de visita ou de boletim médico, nos casos de Covid-19. Mas, a equipe de enfermagem, que realiza a higiene pessoal dos pacientes intubados, tem percebido que muitas famílias não conseguem trazê-los. "Algumas não trazem os produtos ou o fazem só uma vez. Outras podem não ter condições de comprar o sabonete líquido, por exemplo, que é o mais indicado para pacientes acamados”, esclarece Andreíza. 

Desta forma, ambas decidiram suprir uma necessidade com carinho e, por meio de doações, arrecadaram produtos como shampoo, condicionador, hidratante, sabonete líquido, desodorante, creme dental e escova dental. Segundo a enfermeira Andreíza, “a ideia principal era oferecer os kits para as pacientes das áreas críticas de Covid-19, mas nossos familiares e amigos gostaram tanto da ideia que conseguimos montar 100 deles e pudemos entregar para todas as mães internadas no hospital”. 

“São itens que oferecem um conforto às pacientes, reforçando o seu bem-estar enquanto estão internadas. Em um momento de tantas perdas, pensamos em oferecer para essas mães um pouco de carinho e esperança em dias melhores, para que elas se fortaleçam e logo possam sair do hospital”, comenta Sheila, que perdeu a mãe faz dois anos e encontrou nessa iniciativa uma forma de amenizar a sua própria dor. 

“Já entramos no quarto sorrindo, falando ‘bom dia’ e elas ficaram com aqueles olhares curiosos, mas quando desejamos ‘Feliz Dia das Mães’, muitas se emocionaram. Quando elas percebem que são lembradas, que alguém veio trazer um carinho, um presente, elas choram muito de emoção e alegria”, finaliza Andreiza, que considerou essa ação como seu melhor presente de Dia das Mães. 

Assim, a SPDM agradece a todas e todos profissionais de enfermagem, verdadeiros heróis, que, diariamente e com muita dedicação, cuidado e profissionalismo salvam vidas em todo o país.

 741
(2 votos)