Notícias

Outubro Rosa: apesar da Covid-19, não deixe de fazer seus exames de mama

Outubro Rosa: apesar da Covid-19, não deixe de fazer seus exames de mama

Mamografia detecta pequenos tumores e tratá-los em sua fase inicial aumenta as chances de sucesso

A campanha Outubro Rosa tem como objetivo alertar e conscientizar as mulheres, assim como toda a sociedade, sobre a importância dos cuidados contra o câncer de mama e, mais recentemente, o câncer de colo de útero. Isso envolve a prevenção, o diagnóstico e início do tratamento precoces, como elementos chave no combate à doença.

Devido à pandemia, o número de mamografias no Sistema Único de Saúde (SUS) caiu 45%, em 2020. O risco e o medo de contaminação pelo coronavírus fez com que as mulheres evitassem o exame, fundamental para a detecção de pequenos tumores que podem levar anos para se desenvolver, o que faz com que a mamografia seja muito eficaz, pois permite o diagnóstico antes deles se tornarem aparentes.

Quando os tumores são descobertos no começo, as chances de cura podem chegar a 95% ou mais. Além disso, “o tratamento costuma ser menos agressivo”, como destaca Débora Garcia, coordenadora da equipe de mastologistas do Hospital das Clínicas Luzia de Pinho Melo, em São Paulo, ao lembrar que a paciente tem uma melhor qualidade de vida durante e após o tratamento.

Em fases precoces, o câncer de mama não apresenta sintomas e dores na mama não são exatamente sinais da doença, por isso, a mamografia se faz fundamental. “Mulheres, com ou sem câncer, podem se queixar de dor, pois a mama é sensível e o incômodo pode ocorrer junto com as variações hormonais”, afirma Débora. “Os sintomas clínicos de câncer de mama são nódulo palpável, área de espessamento endurecido na mama, vermelhidão, secreção espontânea do mamilo e retrações”.

Fazer o autoexame em casa ajuda na detecção de nódulos, o que é determinante para o início do tratamento após a confirmação da doença por meio da mamografia de rastreamento, recomendada para mulheres acima de 40 anos, anualmente, sem sinais e sintomas de câncer de mama.

Até o final do mês de outubro, unidades de saúde terão atividades específicas de conscientização sobre o câncer de mama, prevenção, explicações sobre a maneira correta de fazer o autoexame e agendamento de exames, seguindo todos os protocolos de segurança contra a Covid-19. “Com a vacinação, os casos graves de Covid-19 diminuíram, é hora de tirarmos o atraso e procurar serviço médico para realizar a mamografia e consulta na área de mastologia, ou ginecologia, para quem tem sintomas”, ressalta a especialista.

 308
(0 votos)
   
   

logo IBROSS
  Filiada ao Instituto Brasileiro das
  Organizações Sociais de Saúde (IBROSS)

Contato | Newsletter

Rua Dr. Diogo de Faria, 1036 | Vila Clementino
Cep: 04037-003 | Telefone: (11) 5549-7032