Notícias

Primeiro Banco de Leite Humano completa 70 anos

Sob o marco do aniversário de 70 anos do primeiro Banco de Leite Humano (BLH) do Brasil, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerias (SES/MG), em parceria com o Ministério da Saúde e a Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano (rBLH-Br), realiza, entre os dias 16 e 18 de outubro, o I Congresso de Bancos de Leite Humano da Região Sudeste. Com transmissão em tempo real, o evento será sediado no auditório do Hotel Ouro Minas, na cidade de Belo Horizonte.

Com objetivo de fortalecer a relação profissional entre os BLHs e dar continuidade à trajetória histórica em defesa da excelência do controle de qualidade do leite materno, o congresso reunirá cerca de 600 participantes. Entre os eixos de discussão propostos na programação, destacam-se os avanços e os desafios da Política Nacional de Aleitamento Materno, a segurança alimentar e nutricional no contexto da atenção neonatal, a assistência em aleitamento materno na Rede de Bancos de Leite Humano, além das estratégias para expansão com consolidação da mesma.

Durante a cerimônia de abertura, o coordenador da Rede Brasileira e do Programa Ibero-americano de Bancos de Leite Humano (rBLH-BR / IberBLH), João Aprígio Guerra de Almeida, ministrará uma palestra a respeito dos 70 anos de BLHs no Brasil e a estratégia em defesa da vida. Abrindo as atividades do dia 17, a coordenadora de Aleitamento Materno do Ministério da Saúde, Fernanda Ramos Monteiro, abordará o tema Aleitamento Materno no Brasil: Avanços e Desafios na Política Nacional. A programação completa já está disponível.

Trajetória

Há 70 anos, nascia no Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz), sediado no Rio de Janeiro, uma ação que tornaria o País referência mundial em tecnologia para a redução da mortalidade infantil e a erradicação da desnutrição neonatal. Surgia ali o embrião da maior e mais complexa Rede de Bancos de Leite do mundo, composta atualmente por 333 unidades (entre bancos de leite e postos de coleta) em todo o País.

Por ano, a Rede Brasileira de Bancos de Leite (rBLH-Br) é responsável pela distribuição de aproximadamente 130 mil litros de leite humano pasteurizado para 175 mil recém-nascidos prematuros internados em unidades de terapia intensiva. Além disso, os profissionais de saúde atendem cerca de 350 mil lactentes em atividades de grupo, realizam mais de um milhão de consultas individuais e 230 mil visitas domiciliares.

A relação internacional também segue em pleno desenvolvimento: já chegam a 23 o número de países da América Latina, Europa e África que possuem acordo de cooperação técnica com o Brasil. A criação do Dia Mundial de Doação de Leite Humano, comemorado em 19 de maio, simboliza a união de esforços destas nações em prol da salvaguarda da vida de milhões de crianças em todo o mundo.

Desde 2000, a Rede já opera com aderência direta aos objetivos traçados pela Organização das Nações Unidas (ONU) no que se refere ao cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, particularmente aos aspectos que tangem a redução da mortalidade infantil e a melhoria da atenção à saúde da gestante.

Fonte: Portal Brasil

 2401
(0 votos)