Release

“Hoje eu tenho minha autoestima de volta”, afirma paciente da Casa da Mama do HSP

Projeto Cereja utiliza a tatuagem como parte da reconstrução da mama de pacientes tratadas por câncer

Cuidar da saúde e também da autoestima de suas pacientes. Este é o objetivo do ambulatório de Mastologia do Hospital São Paulo, conhecido como Casa da Mama, voltado para o atendimento de pacientes com câncer de mama. Em maio, a unidade iniciou um trabalho que busca devolver a autoestima a pacientes que passaram pelo processo de tratamento do câncer e de reconstrução da mama: o Projeto Cereja.

“Ele consiste na reconstrução da aréola da paciente por meio da tatuagem, uma medida que faz com que a mulher reconheça novamente sua mama, desenvolvendo sua confiança após um procedimento tão delicado. Como essa é a última etapa no processo de reconstrução da mama, literalmente é a cereja do bolo”, afirma Simone Elias, Coordenadora do ambulatório.

Vitória Gomes de Souza, de 46 anos, é uma das pacientes que já concluíram o procedimento. “No início, tive um pouco de medo, mas hoje tenho minha autoestima de volta”, diz. Em 2013, Vitória foi diagnosticada com câncer, iniciando seu tratamento e passando pela cirurgia de retirada de mama. Em junho deste ano, após ter a mama reconstruída, foi atendida no Projeto Cereja.  “A primeira sessão de micropigmentação foi em junho e o trabalho já foi finalizado. Ficou ótimo, com praticamente nenhuma diferença para o outro seio. Me sinto muito melhor”, diz.

A responsável por fazer a diferença na vida de Vitória e de outras pacientes o faz de forma voluntária. A esteticista especializada em micropigmentação Viviane Batista decidiu dedicar parte de seu tempo à atividade após ajudar uma amiga que passou por essa situação. “Estive ao lado dela  em todas as etapas do tratamento. Quando foi sugerida a tatuagem para reconstruir a aréola, ela disse que apenas faria isso se eu realizasse o procedimento. E foi o que fiz. A partir daí resolvi ajudar outras pessoas, após ver o impacto desse ato na vida dessas mulheres”, afirma. Até o momento, cinco pacientes concluíram o procedimento.

Casa da Mama

O ambulatório de Mastologia do Hospital São Paulo compreende unidades clínica e diagnóstica, com equipamentos de última geração, buscando promover o diagnóstico precoce e aumentar as chances de cura. Com atendimento totalmente gratuito pelo SUS, a unidade realiza procedimentos diferenciados, como a biópsia à vácuo, mais precisa para o caso de calcificações suspeitas na mamografia.  

“Nosso sistema de atendimento busca otimizar o diagnóstico do câncer de mama, permitindo, na maioria das vezes, defini-lo no mesmo dia da consulta, agilizando o tratamento das pacientes”, complementa Simone.

Atualmente, são realizados, em média, 1.000 atendimentos mensais, como consultas médicas, de fisioterapia e grupos de acolhimento com familiares. Ainda são feitas cerca de 500 mamografias, 100 biópsias e 25 cirurgias mensalmente. 

A Casa da Mama do Hospital São Paulo fica na Rua Marselhesa, 249 - Vila Clementino. O agendamento de consultas é feito via Unidade Básica de Saúde (UBS) e as mamografias podem ser marcadas pessoalmente, bastando apenas ter o pedido médico e o cartão do SUS.

Outubro Rosa

Durante o Outubro Rosa – mês da conscientização sobre o câncer de mama, o ambulatório de Mastologia participará de vários mutirões de mamografia realizados em São Paulo por parceiros da instituição (como a GEHealthCare, OSCIP Américas Amigas e Instituto Avon), que disponibilizarão mamografias em carretas em pontos da capital paulista. Todos os casos que necessitarem de esclarecimento diagnóstico serão encaminhados para a Casa da Mama.

   
   

logo IBROSS
  Filiada ao Instituto Brasileiro das
  Organizações Sociais de Saúde (IBROSS)

Contato | Newsletter

Rua Dr. Diogo de Faria, 1036 | Vila Clementino
Cep: 04037-003 | Telefone: (11) 5549-7032