Notícias da SPDM

Saúde ocupacional: um bem para todo colaborador

Saúde ocupacional: um bem para todo colaborador

A medicina do trabalho é a unidade que, a partir da elaboração do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO), desenvolve ações que visam ao bem-estar e à saúde dos colaboradores de uma instituição. No âmbito hospitalar, tem o objetivo de manter a integridade dos funcionários prevenindo-os de possíveis riscos, como acidentes com material biológico, por exemplo. Para tal, existe a montagem dos serviços de saúde ocupacional dentro de cada empresa, conforme o seu tamanho e risco, além de exigências e normas regulamentadoras que devem ser seguidas — desde o número de elementos que compõem esse serviço aos documentos requeridos pela legislação.

Segundo o Dr. José Antônio de Campos Lilla, assessor da medicina do trabalho das Instituições Afiliadas, um diferencial das unidades é que o serviço apresenta um programa de saúde com aspecto coletivo, envolvendo todos os colaboradores, não apenas os contratados, mas os estagiários e os terceiros. Esse mesmo programa faz diagnósticos de enfermidades não necessariamente ocupacionais, como diabetes, tabagismo e hipertensão, contribuindo para uma melhor qualidade de vida de toda a comunidade hospitalar.

Complementando as ações em prol do funcionário, há o programa de qualidade de vida Viver Bem, iniciativa que promove aspectos culturais, de estímulo à atividade física e acompanhamento de pacientes com doenças crônico-degenerativas não infecciosas; o APOIO, programa de prevenção e tratamento dos problemas decorrentes do consumo de álcool e outras drogas; e projetos que integram o Núcleo de Qualidade de Vida no Trabalho das Unidades Afiliadas, na área de Recursos Humanos.

“É de extrema importância a existência de uma relação sigilosa, ética e competente entre o paciente e o médico, ambos colaboradores, e, por essa razão, as Unidades Afiliadas não se dispõem a fazer um trabalho meramente burocrático, mas uma iniciativa efetiva e de comprometimento, uma ação humanizada”, afirma o Dr. Lilla.

Mensalmente são realizadas reuniões para discutir os fatores que determinam os acidentes ocupacionais e construídos os protocolos e fluxos para evitá-los.

A medicina do trabalho atua em parceria com outros setores, como segurança do trabalho, CCIH, laboratório, a supervisão de enfermagem, entre outros. Juntos, desenvolvem iniciativas para a melhoria das condições de vida e trabalho dos colaboradores.

   
   

logo IBROSS
  Filiada ao Instituto Brasileiro das
  Organizações Sociais de Saúde (IBROSS)

Contato | Newsletter

Rua Dr. Diogo de Faria, 1036 | Vila Clementino
Cep: 04037-003 | Telefone: (11) 5549-7032