Notícias sobre saúde

Como escovar os dentes todos os dias pode até salvar a sua vida

Como escovar os dentes todos os dias pode até salvar a sua vida

Páscoa é um momento alegre, de reunião familiar, de comilança, de contemplação, de ouvir a risada das crianças com a visita do coelhinho da páscoa e (por que não?) uma ótima oportunidade de pensar na saúde da nossa boca. Por que? Porque o que acontece na sua boca tem consequências.

A cárie dental é uma doença infecto-contagiosa causada por bactérias já presentes na boca, associada a uma má higienização e a uma dieta cariogenica. Além da cárie, outras doenças podem comprometer o sorriso, como a gengivite, que é uma inflamação da gengiva. 

Sem os cuidados necessários, a gengivite pode evoluir para a periodontite, uma forma mais grave da doença, que leva à perda dos tecidos de sustentação do dente, provocando a reabsorção óssea, retração gengival e consequentemente mobilidade e a perda do dente.

Além disso, problemas bucais não tratados podem aumentar o risco de desenvolver um problema cardíaco, alteração do ciclo da diabetes, levando a um descontrole metabólico e atrapalhando o controle da glicemia e a indução do parto prematuro. Ou seja, uma boa escovação ajuda a prevenir problemas de saúde sérios, que podem até colocar em risco sua vida.

 

Leia também:

A páscoa é para todos - para quem tem diabetes também

Páscoa só é diversão para a garotada se for com moderação

Para ter mais saúde, permanecer jovem e ter boa memória, a receita é simples e gostosa: coma chocolate!

 

É sempre bom lembrar que a bactéria causadora da cárie pode ser transmitida de várias maneiras, como ao assoprar um alimento ou experimentar a comida com o talher de outra pessoa.

“A higienização da boca deve ser feita após todas as refeições, pelo menos com a escova de dentes, creme dental com flúor e fio dental. Nada substitui a escovação, não tem escapatória”, avisa Danielle Cufone, dentista na Unidade Básica de Saúde (UBS) Vila Clara, em São Paulo.

A prevenção de todos esses problemas pode ser resumida em um roteirinho de coisas simples e saudáveis:

- Escovar os dentes após cada refeição, dando atenção ao entredentes, com fio dental, e na língua com a escova ou um limpador especial.

- Alimentação saudável, com muitas frutas, verduras e legumes, sempre dando preferência aos alimentos não-cariogênicos, que agem como um detergente na boca e não causam cáries, pois são ricos em fibras, cálcio, fósforo, magnésio e betacaroteno. Os alimentos cariogênicos, por serem ricos em açúcar, devem ser evitados.

- Não fumar.

- Não ingerir bebidas alcoólicas.

- Visitar o dentista de seis em seis meses.

Higiene

Escovação e limpeza regulares e adequadas previnem várias doenças que têm origem na boca como, por exemplo, a endocardite bacteriana (uma infecção nas válvulas do coração) que leva à morte.

Para uma higiene bacana é recomendada uma escova macia ou extra macia, que não machuque a gengiva. Sua duração é de, em geral, três meses, ou até que suas cerdas comecem a deformar.

Fio dental é obrigatório, de preferência após a escovação, quando o grosso dos resíduos já foi removido. “Higienizar a língua todos os dias é fundamental”, alerta Danielle, “para remover os resíduos alimentares que ficam presentes nas fissurinhas da língua, evitando a formação da saburra lingual, que causa mau cheiro e deixa a língua esbranquiçada, sendo a causa mais frequente de halitose”, completa.

Mais importante que creme dental é a escovação correta. O flúor e o estanho presentes em pequenas quantidades em cremes dentais ajudam na limpeza, mas “enxaguante bucal é dispensável – serve principalmente para deixar uma refrescância agradável, mas nem ajuda na limpeza”, explica a dentista. Se optar pelo enxaguante, escolha um sem álcool, pois que o álcool é também causa câncer de boca e garganta.

Mau-hálito

O mau-hálito é causado por doenças na gengiva, excesso de ferro no sangue, cáries, língua suja, problemas como gastrite ou refluxo. Procure um dentista para um diagnóstico, e não esqueça que uma higiene eficaz previne tudo.

É importante saber que qualquer ferida na boca precisa desaparecer em até 14 dias. Se passar disso, procure um dentista.

 

 4427
(2 votos)
   
   

logo IBROSS
  Filiada ao Instituto Brasileiro das
  Organizações Sociais de Saúde (IBROSS)

Contato | Newsletter

Rua Dr. Diogo de Faria, 1036 | Vila Clementino
Cep: 04037-003 | Telefone: (11) 5549-7032