Notícias sobre saúde

Pense numa vida longa e saudável - sem cigarro

Pense numa vida longa e saudável - sem cigarro

Quase todo o fumante sabe que o cigarro faz mal à saúde. Sabe que, quando acende um cigarro, inala mais de 4.720 substâncias tóxicas, como: monóxido de carbono, amônia, cetonas, formaldeído, acetaldeído, acroleína, além de 43 substâncias cancerígenas, sendo as principais: arsênio, níquel, benzopireno, cádmio, chumbo, resíduos de agrotóxicos e substâncias radioativas.
Quase todo o fumante sabe que o cigarro mata, que é a causa de aproximadamente 50 doenças, muitas delas incapacitantes e fatais, como câncer, doenças cardiovasculares, respiratórias crônicas e é a principal causa de morte evitável em todo o mundo.
O que pouca gente sabe é que o tabagismo, o ato de fumar, é reconhecido como uma doença epidêmica que causa dependência física, psicológica e comportamental igual ao que ocorre com o uso de outras drogas como álcool, cocaína e heroína.
Por isso parar de fumar – uma ideia que cerca constantemente o fumante – é tão difícil. Não é uma simples decisão de mudar um hábito. É a decisão de mudar todo um comportamento e ser desafiado com uma tarefa difícil e até dolorosa.
Isso, pelo menos, nas primeiras duas semanas. “Parar de fumar não parece muito vantajoso nos primeiros dias. Os benefícios começam a aparecer realmente no médio e longo prazo”, afirma o psiquiatra Claudio Jerônimo Silva, diretor da Unidade Recomeço Helvétia.
Isso porque o organismo está acostumado a receber uma dose constante de nicotina e passa a contar com isso. Quando a nicotina não vem, aparecem sintomas de abstinência: ansiedade, nervosismo, tremores e uma vontade irresistível de fumar. Mas vale a pena insistir, persistir e colher os frutos da vitória. Parar de fumar traz consigo uma série de benefícios, que deixam a vida mais saudável e mais gostosa. Além, é claro, daquele gostinho de ser um vitorioso.
Largar o cigarro sempre vale a pena em qualquer momento da vida. E se você parar agora, nesse momento, marque a hora e saiba que:
- Após os primeiros 20 minutos sem fumar, sua pressão sanguínea e pulsação voltam ao normal.
- Duas horas depois não tem mais nicotina circulando no sangue.
- Com oitos horas sem fumar, o nível de oxigênio no seu sangue se normaliza.
- Entre doze e 24 sem fumar, seus pulmões, agradecidos, funcionam melhor.
Esses sinais você ainda não sente, são discretos, mas estão lá.
- Após dois dias sem nenhum “traguinho”, o cheiro das coisas fica diferente e o sabor da comida fica muito melhor e você tem mais energia e disposição. Isso com certeza você vai sentir.
- Depois de três semanas livre do cigarro, sua respiração está melhor e a circulação também. Sua pele fica mais bonita e seu cabelo ganha brilho. Nesse momento você já consegue perceber que suas roupas cheiram melhor, seu humor está ótimo, você se sente confiante e capaz de tudo. E os elogios dos amigos ajudam muito, mas resistir à toda tentação e vontade ainda é uma tarefa complicada e cada pequena vitória é simplesmente sensacional.
- Um ano sem cigarro e você vai para o fim da lista de risco de morte por infarto do miocárdio – uma redução de 50%!
- Dez anos sem fumar e você nem lembra mais que era um fumante. Nem as pessoas que te rodeiam, mas a melhor parte é que o risco de você sofrer um infarto será igual ao das pessoas que nunca fumaram.
Essas informações são do Instituto Nacional do Câncer (INCA). Dê uma chance para você. Procure uma Unidade Básica de Saúde (UBS), ou um Centro de Atenção Psicossocial – Álcool e Drogas (CAPS-AD) e participe do programa para parar de fumar. A lista de endereços pode ser encontrada no site www.prefeitura.sp.gov.br.

 

 

 4087
(4 votos)
   
   

logo IBROSS
  Filiada ao Instituto Brasileiro das
  Organizações Sociais de Saúde (IBROSS)

Contato | Newsletter

Rua Dr. Diogo de Faria, 1036 | Vila Clementino
Cep: 04037-003 | Telefone: (11) 5549-7032