Notícias sobre saúde

Graviola e suas mil e uma utilidades à saúde

Graviola e suas mil e uma utilidades à saúde

O verão está chegando e a estação mais quente do ano pede frutas que ajudem a refrescar, sejam nutritivas e, se ajudarem a manter a boa forma, melhor ainda. E uma ótima opção é a graviola! Seu nome científico é Annona muricata e é típica da América Central, mais precisamente das Antilhas. Apesar de ser bem conhecida no Brasil, muita gente nunca experimentou essa frutinha.

Bom, na verdade ela não é uma frutinha, em geral a graviola pesa de 2 a 6 quilos, mas pode chegar a até 8kg. Sua casca é verde e cheia de espinhos, enquanto a polpa é branca e tem um sabor agridoce. Além de ser usada como alimento, estudos mostram que a graviola também tem muitas propriedades medicinais.

“Para começar, a graviola já é uma boa aliada em dietas de emagrecimento por ser uma fruta de baixa caloria, uma porção de 100 gramas tem cerca de 62 kcal. Ela é uma ótima de fonte de minerais, como magnésio, cálcio, potássio, fósforo e sódio, além de possuir vitaminas do complexo B”, explica Vanessa Maniezo, nutricionista das Instituições Afiliadas da SPDM.

A fruta fornece uma boa quantidade de fibras, que contribuem para uma maior sensação de saciedade. “As fibras também auxiliam na absorção mais lenta da glicose pelo organismo, ajudando a controlar os níveis de açúcar no sangue, o que é ótimo para os diabéticos”, explica Vanessa.

A graviola também é cheia de fitoquímicos, que são substâncias que conferem cor aos alimentos e protegem de várias doenças. Alguns presentes nessa fruta são: acetogenina, taninos, cumarinas, procianidinas, flavonóides, ácido elágico, entre outros. “Por conter muitos desses compostos antioxidantes, a graviola ajuda a combater o envelhecimento precoce. Além disso, estudos mostram que, por conta desses antioxidantes, principalmente a acetogenina, ela pode proteger contra o câncer” destaca a nutricionista.

Mas não para por aí! A graviola é rica em água e, além de hidratar, aliada ao potássio e magnésio, também age como um diurético natural, ajudando na eliminação do excesso de líquido retido no organismo. O magnésio em particular ajuda no alívio do inchaço pré-menstrual e o potássio ajuda a baixar a pressão arterial.

As propriedades anti-inflamatórias da graviola ajudam a aliviar as dores de artrite, a diminuir o inchaço, dor nas articulações e podem ajudar a diminuir acne. “Ela possui ainda propriedades sedativas, ajudando a combater a insônia”, lembra a especialista.

Ufa! Os motivos para se consumir a graviola são muitos e agora é só escolher uma forma para consumi-la. Vale a fruta in natura, sucos, chás e sorvetes.

 2306
(0 votos)
   
   

logo IBROSS
  Filiada ao Instituto Brasileiro das
  Organizações Sociais de Saúde (IBROSS)

Contato | Newsletter

Rua Dr. Diogo de Faria, 1036 | Vila Clementino
Cep: 04037-003 | Telefone: (11) 5549-7032