Notícias sobre saúde

Pode estourar a pipoca!

Pode estourar a pipoca!

Hmm...quem não gosta de uma pipoquinha para acompanhar uma boa sessão de cinema ou aquela tarde no sofá assistindo filmes e séries? Apesar de ser amada por muitos, muita gente acha que a pipoca engorda e não é capaz de oferecer qualquer benefício para a nossa saúde.

Uma grande injustiça e vamos mostrar que não é bem assim!

Relatos mostram que a pipoca já é apreciada há mais de 6 mil anos. Pode parecer que é um alimento sem qualquer tipo de nutriente, mas não se esqueça que ela é derivada do milho, que é rico em vitaminas.

“A pipoca tem um alto teor de fibras, que ajudam principalmente a melhorar o funcionamento do intestino, evitando a constipação. Além disso, também dá maior sensação de saciedade, o que pode te dar uma forcinha com a dieta de emagrecimento, afinal, diminui a fome”, explica a nutricionista Daniela Carvalho da Instituições Afiliadas da SPDM.

As fibras também ajudam a reduzir os níveis de colesterol ruim no sangue, prevenindo doenças cardiovasculares. E não para por aí! A ingestão de fibras ajuda na regulação do nível de açúcar no sangue e a produção de insulina, o que é um grande benefício para pacientes diabéticos.

“A pipoca também é rica em polifenóis, que agem como poderosos antioxidantes e combatem os radicais livres, prevenindo o envelhecimento precoce e diversas doenças, até mesmo alguns tipos de câncer”, lembra a nutricionista. Pesquisas mostram, inclusive, que a pipoca chega a ter mais polifenóis do que muitas frutas e verduras. Isso porque enquanto a pipoca possui pouquíssima água, nas frutas e verduras esses antioxidantes estão diluídos em uma quantidade de água bem maior. Mas é claro que não é recomendado substituir frutas ou verduras por pipoca, afinal esses alimentos contém muitos nutrientes que o nosso corpo precisa.

Ela também é fonte de vitaminas importantes do complexo B. “A tiamina (vitamina B1), a niacina (vitamina B3) e a vitamina B6 convertem os alimentos em energia para o nosso corpo. A tiamina ainda ajuda a fortalecer nosso sistema imunológico e a niacina ajuda a aumentar o colesterol bom”, destaca Daniela.

É claro que todos os benefícios dependem da maneira como a pipoca será preparada. “A partir do momento em que você começa a encher sua pipoca de sal, manteiga, qualquer outro tipo de cobertura ou temperos artificiais, ela deixa de ser saudável.  O excesso de sal, por exemplo, aumenta a pressão arterial”, diz a especialista. Na hora do preparo, coloque o milho em um recipiente com um pouco de água e leve ao fogo ou ao microondas para estourar. Se conseguir comer sem sal, melhor. Se quiser, pode acrescentar algum tempero natural, como orégano.

Sabia que uma porção de pipoca tem cinco vezes menos calorias do que a mesma quantidade de batata frita? Assim, a pipoca é uma ótima opção para substituir aperitivos calóricos, basta preparar da maneira correta, dar preferência às naturais, e não às industrializadas, e aproveitar!

 2826
(1 Votar)
   
   

logo IBROSS
  Filiada ao Instituto Brasileiro das
  Organizações Sociais de Saúde (IBROSS)

Contato | Newsletter

Rua Dr. Diogo de Faria, 1036 | Vila Clementino
Cep: 04037-003 | Telefone: (11) 5549-7032