Notícias sobre saúde

Saiba como manter a prática de exercícios durante o ano inteiro

Saiba como manter a prática de exercícios durante o ano inteiro

Pratique aquilo que gosta e tome os cuidados necessários tanto nos dias mais quentes, como nos mais frios

Que a prática de exercícios físicos é bom para a mente e para o corpo, todo mundo sabe. Mas por que então muitas pessoas não conseguem manter uma rotina de atividades por muito tempo e acabam desistindo depois dos primeiros meses?

O segredo para não abandonar os exercícios está, principalmente, em fazer disso parte da sua rotina, praticar aquilo que gosta e tomar alguns cuidados com atividades em dias muito quentes ou até muito frios.

Muita gente tem a impressão de ficar mais cansado quando está muito calor e isso não é à toa. “Com o calor excessivo, o coração e os pulmões esforçam-se mais e a temperatura do corpo aumenta. Portanto, sem os devidos cuidados, pode ocorrer fraqueza, queda de pressão, tonturas, cãibras, náuseas e até desmaios. Além disso, nos dias mais quentes o corpo pode perder muito líquido através do suor e, caso não haja uma reposição adequada, podem surgir sintomas como boca seca, dores de cabeça e enjoo”, explica Carla Rodrigues de Morais, Educadora Física do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) Pari, administrado pelo Programa de Atenção Integral à Saúde (PAIS) da SPDM.

A especialista recomenda: use roupas leves e claras, boné, meias que permitam a transpiração (dê preferência para as de algodão), protetor solar e óculos escuros. “A hidratação também é muito importante nos dias quentes, lembre-se de beber água antes, durante e após o exercício físico”, destaca Carla.

Os dias de sol são uma ótima opção para quem gosta de atividades ao ar livre, mas é preciso ficar atento aos horários para fugir do sol muito quente, que pode ser perigoso. Ao ar livre, o ideal é praticar exercícios no início da manhã, entre 6h e 8h, e no final da tarde, depois das 18h. “Na academia, o período da manhã pode ser estendido até às 10h e na parte da tarde podem começar às 17h”, lembra a educadora física.

Já durante o inverno as pessoas têm mais preguiça, no entanto essa é a época em que o corpo mais precisa de movimento. No frio, a tendência é de ingerir mais calorias, por isso é importante praticar exercícios se quiser evitar o aumento de peso.

A dica da educadora física é trocar o parque ou a praça por um local fechado se estiver muito frio.

Aquecer o corpo é importante antes de começar qualquer exercício, principalmente no inverno, porque os músculos ficam ainda mais contraídos e a possibilidade de lesões aumenta. “Inicie a atividade de maneira gradual, em um ritmo leve, para preparar a musculatura e as articulações, que ficam enrijecidas sob as baixas temperaturas. Cerca de 5 a 10 minutos de aquecimento são suficiente”, diz Carla.

Use roupas que mantenham o corpo aquecido, porém leves e confortáveis, que não prejudiquem os movimentos. Não esqueça a hidratação, pois mesmo no inverno o corpo perde líquidos durante a transpiração.

Vá com calma!

Antes de iniciar a prática de qualquer atividade física, a especialista lembra que é preciso fazer uma avaliação médica, incluindo exames como eletrocardiograma e hemograma. Diabéticos e hipertensos devem ter atenção especial. “Toda atividade física deve ser prescrita ou acompanhada por um profissional de educação física devidamente credenciado”, esclarece Carla.

Tenha cuidado também com o tempo que vai dedicar à prática dos exercícios, extrapolar na hora do treino e já começar com várias horas por dia não vai adiantar. “Comece com treinos leves duas vezes por semana e aumente a quantidade gradativamente. Para quem quer deixar de lado o sedentarismo, 30 minutos de exercícios por dia já ajudam a iniciar o condicionamento e o gosto pela atividade física. O mais importante é sempre respeitar os próprios limites”, diz Rodrigues.

Para quem quer perder peso, o ideal é praticar atividades físicas, pelo menos, cinco horas por semana, preferencialmente divididas em uma hora diária.

Outro ponto importante é não descuidar da alimentação. “Depois do treino, o organismo fica carente de nutrientes e age como uma esponja: tudo o que é ingerido é absorvido rapidamente para repor o que foi perdido. Por isso, o consumo de alimentos calóricos e gordurosos após um dia na academia, fará o corpo absorver tudo o que eliminou na malhação”, explica a profissional.

Uma boa dica é colocar cereais na vitamina ou adicionar proteínas como carne, peixe, ovo ou frango na salada para repor as energias. Quanto aos carboidratos, prefira os integrais, que demoram a ser digeridos e assim evitam a queda dos níveis glicêmicos. Comer frutas e beber sucos naturais duas horas antes do exercício físico também ajuda a fornecer energia.

“Em atividades com duração maior do que 90 minutos, além da água, é aconselhada a hidratação com bebidas esportivas ou água de coco, que é ótima porque é rica em sais minerais”, completa Carla.

Não fuja do seu objetivo!

Para não desistir no meio do caminho, a profissional dá as dicas:

  1. Trace seus pontos chaves, suas metas.
  2. Busque atividades prazerosas.
  3. Treine acompanhado, se possível.
  4. Alinhe a atividade e o ambiente ao seu perfil.
  5. Crie uma rotina de exercícios.
  6. Exercite-se perto de casa ou do trabalho.
  7. Cuide da alimentação.
  8. Movimente-se ao longo do dia.
  9. Registre seus avanços.

 

 3337
(3 votos)
   
   

logo IBROSS
  Filiada ao Instituto Brasileiro das
  Organizações Sociais de Saúde (IBROSS)

Contato | Newsletter

Rua Dr. Diogo de Faria, 1036 | Vila Clementino
Cep: 04037-003 | Telefone: (11) 5549-7032