Imprimir esta página

Notícias sobre saúde

Como fazer isolamento domiciliar com suspeitos de contaminação pela Covid-19?

Como fazer isolamento domiciliar com suspeitos de contaminação pela Covid-19?

Higienizar superfícies, não compartilhar objetos de uso pessoal e uso de máscara mesmo dentro de casa são algumas das orientações de especialista

Desde o início da pandemia da Covid-19, as palavras quarentena e isolamento social se tornaram comuns na vida dos brasileiros.

O Governo do Estado de São Paulo prorrogou a quarentena, inicialmente decretada até o dia 22 de abril, até 10 de maio. No Rio de Janeiro, a quarentena foi prorrogada até 30 de abril, por enquanto. Mas mesmo sem sair de casa, muitas vezes é preciso adotar o distanciamento social dentro da própria residência, o que nem sempre é uma tarefa fácil.

O próprio Ministério da Saúde já havia recomendado o isolamento domiciliar na primeira quinzena de março para casos suspeitos ou confirmados de Covid-19, aqueles com sintomas leves que não demandam atendimento hospitalar, e para quem chegava ao Brasil vindo do exterior.

Principalmente para quem vive com pessoas do grupo de risco, o isolamento torna-se ainda mais importante. Por isso, o infectologista Rafael Pardo, que atua no Hospital Municipal de Parelheiros, gerido pela SPDM, dá algumas dicas de como realizar esse isolamento dentro de casa para pacientes que apresentem suspeita ou confirmação de Covid-19. A principal é, claro, se manter afastado dos outros familiares.

“O ideal é que a pessoa permaneça em um cômodo da casa, quando possível, sem contato com o restante”, explica o infectologista, que recomenda ainda que as refeições sejam feitas dentro desse cômodo, assim como o uso do banheiro. “Caso não tenha um banheiro dentro deste cômodo, indicamos que após o uso do mesmo (seja para necessidades fisiológicas, tomar banho, escovar os dentes, etc.), a pessoa limpe o vaso sanitário, o chão, o registro de água, a torneira e a pia com água sanitária ou álcool 70”.

O especialista ressalta que caso o paciente precise se movimentar pela casa deve usar máscara, podendo ficar sem a mesma enquanto estiver dentro do seu cômodo.

Sobre a limpeza de superfícies, esta deve ser feita com álcool 70 sempre que necessário. No chão, além do álcool, a higienização pode ser feita com água sanitária ou lisofórmio. Já as roupas de cama, toalhas e roupas pessoais dos pacientes com Covid-19 podem ser lavadas como de costume, mas de preferência separadas das roupas de pessoas que não estejam infectadas.

Uma situação comum também é que parte da família esteja em quarentena, sem sair de casa, mas uma ou mais pessoas precisem sair para trabalhar, ou simplesmente sair para ir ao mercado ou outros serviços essenciais. Neste caso a pergunta é: o que é preciso fazer ao chegar em casa? O infectologista explica que ao chegar, é preciso deixar os calçados fora de casa e ir direto tomar banho.

“Até ter tirado a roupa que usou na rua e tomado banho, a pessoa não deve cumprimentar ninguém da casa quando chegar, nem sentar em camas, almofadas, cadeiras ou sofá. Não deve também acariciar seus animais de estimação”, afirma Rafael Pardo. A roupa com a qual a pessoa esteve na rua deve ser posta para lavar imediatamente.

Na teoria todas essas medidas diminuem consideravelmente o risco de contaminação, mas na prática, em um país como o Brasil em que muitas famílias numerosas vivem em locais muito pequenos, de um ou dois cômodos, implementá-las é um desafio. Ainda assim, algumas recomendações podem ajudar. “Em caso de pacientes que morem em casas menores, com apenas um dormitório ou que dividam a casa com muitas pessoas, sem a possibilidade de isolamento em um cômodo específico, sugerimos que usem máscaras, mesmo as caseiras, durante todo o tempo e que, se possível, fiquem próximos de janelas”, explica o infectologista.

Para reduzir o risco de infecção em locais mais carentes, o especialista reforça ainda o não compartilhamento de copos, talheres, pratos, escovas de dente ou garrafas de água onde bebam no bocal. “Caso as pessoas não possuam mais de um prato ou copo para uso, orientamos que o mesmo seja lavado com água e sabão antes de ser usado por outras pessoas”, finaliza.

 3692
(1 Votar)