SPDM - Saúde em geral

Oftalmologia do Hospital São Paulo/EPM é o mais novo centro de pesquisa avançada da Fundação Champalimaud

champalimaud Profa. Helena Nader,presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência; dr. Fernando Henrique Cardoso,ex-presidente do Brasil e membro do Conselho Curador da Fundação Champalimaud; dr. Rubens Belfort Jr, professor titular de Oftalmologia e presidente da SPDM; dra. Leonor Beleza, presidente da Fundação Champalimaud

Durante evento realizado em dezembro de 2012, a Oftalmologia do Hospital São Paulo/EPM foi designada oficialmente terceiro C-Tracer (Champalimaud – Translational Centre for Eye Research), da Fundação Champalimaud – os outros dois centros ficam na Universidade de Coimbra e no L.V. Prasad Eye Institute, em Hyderabad, na Índia. “Além de otimizar a ponte entre a investigação básica e a investigação clínica na área da visão em nosso país, a parceria proporcionará a troca de experiências entre os profissionais dos três centros de excelência”, afirma o dr. Rubens Belfort Jr., professor titular de Oftalmologia e presidente da SPDM.

A Fundação Champalimaud, uma das maiores filantrópicas do mundo, com sede na cidade de Lisboa, em Portugal, apoia a investigação de ponta nas ciências médicas, com a prioridade de estimular descobertas que beneficiem as pessoas, bem como apoiar a descoberta de novos padrões de conhecimento. Anualmente, confere o prêmio Antônio Champalimaud de Visão, no valor de 1 milhão de euros, para instituições oftalmológicas que realizem trabalhos de eficiência comprovada para o avanço da ciência da visão.

Oftalmologia do Hospital São Paulo/EPM – Verdadeiro centro de excelência em ensino, pesquisa e assistência, a Oftalmologia do Hospital São Paulo tem uma série de trabalhos em andamento, que visam ao desenvolvimento de técnicas modernas que podem levar a resultados clínicos relevantes quando aplicadas em populações de menor acesso à medicina. “Além de pesquisa clínica e cirúrgica realizada na Clínica Oftalmológica do Hospital São Paulo, futuramente esses trabalhos também serão desenvolvidos em centros da Amazônia, onde a Oftalmologia da Escola Paulista de Medicina realiza atividades, notadamente em Parintins, no estado do Amazonas, e Monte Negro, no estado de Rondônia”, pontua Belfort.

O simpósio contou com a presença de diversas personalidades, como a dra. Leonor Beleza, presidente da Fundação Champalimaud; o prof. Balasubramanian, do Prasad Eye Institute (Hyderabad, Índia); o dr. Fernando Henrique Cardoso, ex-presidente do Brasil e membro do Conselho Curador da Fundação Champalimaud; o prof. Jacob Palis, presidente da Academia Brasileira de Ciências; o prof. Marcos Moraes, presidente da Academia Nacional de Medicina; a profa. Helena Nader, presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência; o prof. Ricardo Luiz Smith, vice-reitor da UNIFESP, e a profa. Soraya Soubhi Smaili, reitora eleita da UNIFESP, entre outros.

 3508