Clipping

Casa do Parto de Sapopemba realiza partos humanizados pelo SUS

casas parto coverInaugurada há 15 anos, na zona leste da cidade de São Paulo, pelo médico e mestre em saúde coletiva David Capistrano da Costa Filho, a Casa de Parto Sapopemba pratica o chamado parto humanizado sem cobrar nada, já que integra o sistema público de saúde.

Gerenciada em conjunto pela Supervisão Técnica de Saúde de Vila Prudente e Sapopemba e pela SPDM (Associação Paulista pelo Desenvolvimento da Medicina), em parceria com a prefeitura, a Casa atende mulheres de qualquer região da cidade ou classe social, que são acompanhadas no pré-natal pelo Sistema Único de Saúde ou não, desde que a gravidez seja de baixo risco. Neste caso, a paciente deve ter gestação única (não gemelar), apresentação cefálica, exames de pré-natal com resultados normais, não ter sido submetida a parto cesárea anterior e não ter comorbidades, tais como Diabetes, hipertensão, entre outras.

Mas o conceito de parto humanizado vai muito além de simplesmente evitar o corte na região abdominal, típico das cesáreas. “Quando a gestante vem conhecer a Casa do Parto, nós apresentamos métodos não farmacológicos para o alívio da dor”, explica Kátia Guimarães, gerente da Casa, formada em enfermagem e pós-graduada em obstetrícia. “A gestante pode optar por tomar banhos de chuveiro, banheira de hidromassagem, exercícios com bola de Pilates para ter mais conforto, massagem emúsica relaxante”, completa.

Ainda durante o trabalho de parto, é permitido comer e tomar líquidos livremente e optar entre as refeições oferecidas pela Casa. “Para se sentir mais amparada, a gestante tem a opção de vir acompanhada de um familiar que ela desejar”, acrescenta Kátia.

Na Casa fica ainda lotada uma ambulância 24 horas e, em caso de necessidade de transferência, a unidade tem como referência o Hospital Estadual Vila Alpina, a cinco minutos do local.

Na busca do constante aprimoramento, a Casa do Parto de Sapopemba vem passando por reestruturação do seu processo assistencial.
A sistematização da atuação das diversas categorias profissionais, inclusive as doulas junto às parturientes é uma das iniciativas para aprimoramento da assistência ao parto humanizado, com vistas a segurança do paciente.

A qualidade dos serviços de saúde é um elemento determinante para assegurar a redução e o controle dos riscos a que o paciente está submetido. Nesse sentido, um conjunto de ações complementares vem sendo desenvolvidas pela SPDM/PAIS, incluídas aqui ações de controle sanitário e regulamentação, sendo estas imprescindíveis para identificação precoce e a ocorrência de eventos que afetam a segurança do paciente, reduzindo ospossíveis danos e evitando riscos futuros.

Fonte: Catraca Livre

Sobre nós

A SPDM-Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina é uma das maiores entidades filantrópicas de saúde do Brasil, atuante em 7 estados, com aproximadamente 40 mil funcionários e com a vocação de contribuir para a melhoria dos serviços médicos prestados à população.

Contato | Newsletter

Rua Dr. Diogo de Faria, 1036 | Vila Clementino
Cep: 04037-003 | Telefone: (11) 5549-7032