Notícias sobre saúde

Quer economia e alimentação saudável? Entre para o time da marmita!

Quer economia e alimentação saudável? Entre para o time da marmita!

Seja no trabalho, na faculdade ou até na academia, saiba que a marmita não é só uma opção para economizar, é também uma maneira de manter uma alimentação saudável. Afinal, você sabe de onde vêm e como foram preparados os alimentos que você vai consumir.

Se você já tem esse hábito ou está pensando em adotá-lo, só precisa tomar alguns cuidados. A nutricionista Ana Amélia Cavarzeri, do Hospital Municipal Dr. José de Carvalho Florence em São José dos Campos, alerta: é importante deixar a marmita sempre na geladeira, com temperatura abaixo dos 10ºC. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) orienta que alimentos cozidos não fiquem expostos à temperatura ambiente por mais de duas horas, porque podem se tornar foco de bactérias.

Ficar atento com o recipiente em que vai armazenar a comida também é importante. O melhor é dar preferência a potes de vidro ou plástico específicos para serem levados ao microondas. “Alguns tipos de plástico, ao serem aquecidos, contaminam os alimentos com uma substância chamada bisfenol, que, além de ser cancerígena, também favorece o estoque de gordura no corpo”, explica a nutricionista.

A especialista recomenda que a marmita seja carregada em uma bolsa térmica e, assim que chegar ao seu destino, ela seja armazenada na geladeira. Dessa maneira, evitam-se problemas de contaminações e infecções de origem alimentar.

Na hora de aquecer, certifique-se de fazê-lo a, pelo menos, 70ºC. Mas calma, não precisa se preocupar em conseguir um termômetro culinário. “Verifique se o meio da comida está quente, isso é o suficiente para ter certeza de que o alimento foi bem aquecido e está seguro”, conta Ana Amélia.

O que levar?

Agora que você já sabe que cuidados deve tomar, vem a dúvida: o que colocar na marmita? De acordo com a nutricionista, para uma refeição saudável, é importante incluir um tipo de carboidrato integral, uma proteína magra, legumes refogados e uma salada caprichada, de preferência bem colorida.

É preciso lembrar que, muito provavelmente, você vai reaquecer essa comida. Confira algumas dicas para este momento:

- Frituras: além de não serem saudáveis, alimentos fritos costumam ser mais “crocantes”. Ao aquecê-los no microondas, perde-se toda essa crocância.

- Ovo cozido: lembre-se de cortar o ovo antes, do contrário ele pode explodir no microondas.

- Arroz e feijão: se possível, leve-os em potes separados, pois o caldo do feijão será absorvido pelo arroz, fazendo com que a comida fique seca.

- Purê de batata: tente adicionar um pouco de leite ao aquecer, vai evitar que ele fique grudento.

Outra dica da nutricionista é apostar em alimentos com molhos, como carne de panela, frango ao molho ou almôndegas, pois a umidade do caldo ajuda a não ressecar o alimento quando este for aquecido no microondas.

E a sobremesa não precisa ser deixada de lado, mesmo se quiser continuar andando na linha dos alimentos saudáveis. “Para quem gosta de um doce depois do almoço, a opção é preparar uma gelatina e deixar na geladeira do escritório, ou levar uma fruta inteira, como maçã, banana ou goiaba”, lembra Cavarzeri.

 2935
(1 Votar)
   
   

logo IBROSS
  Filiada ao Instituto Brasileiro das
  Organizações Sociais de Saúde (IBROSS)

Contato | Newsletter

Rua Dr. Diogo de Faria, 1036 | Vila Clementino
Cep: 04037-003 | Telefone: (11) 5549-7032